terça-feira, julho 17, 2007

Indignação

Talvez por não beber, eu nunca havia dado muita atenção a propagandas de cerveja, exceto àquelas que se destacavam por serem bem boladas ou engraçadas. Mas recentemente, um comercial de uma famosa marca de cerveja me chamou a atenção: usando a imagem de um cantor de pagode, ela incentiva as pessoas a beberem na quarta-feira. A mensagem é absurdamente clara: "Por que esperar o final de semana para beber e conversar com os amigos? Beba na quarta-feira!"

Isso me fez pensar muito, e cheguei à conclusão de que as bebidas alcoólicas deveriam ser alvo de uma campanha tão intensa quando a imposta ao cigarro, que há anos teve a publicidade proibida em todos os meios de comunicação e ainda passou a exibir nos maços fotos explícitas dos males provocados pelo fumo. É claro que o tabagismo é um problema de saúde pública que mata milhares de pessoas por ano, portanto, a campanha era mais do que necessária e me parece ter sido muito bem sucedida.

Mas e quanto ao alcoolismo, que é um problema social muito mais grave que o tabagismo? Onde estão as estatísticas sobre as vítimas da bebida? Quantas mulheres são espancadas e até mortas por seus companheiros alcoólatras? Quantas pessoas morrem em acidentes de carro por dirigir depois de beber? Quantas pessoas são atropeladas e mortas por motoristas embriagados? Quantas pessoas levam um tiro disparado por alguém que estava bêbado demais para pensar nas conseqüências de seus atos?

O álcool gera violência, e acho que precisamos de uma campanha urgente para conscientizar a população sobre esse fato. E ela deveria se dirigir principalmente aos jovens, que, influenciados por comerciais elaborados para promover o consumo da bebida, podem pensar que beber é um ato inofensivo. E que tal colocar a foto de um fígado com cirrose nos rótulos das cervejas? E a foto de uma pessoa que ficou inválida depois de beber e dirigir? Ou a foto de um carro totalmente destruído em um acidente? Com tantos comerciais milionários exaltando a bebida, com certeza escrever "beba com moderação" não é suficiente.

Atualização em 18/07/2007:

* Eu não queria divulgar ainda mais essa campanha absurda, mas quem ainda não viu e quiser saber do que se trata, pode clicar aqui para acessar o site.

* Pesquisando um pouco mais sobre este assunto, tive a felicidade de encontrar o site do "Movimento Propaganda Sem Bebida". Ele defende a proibição da propaganda de cerveja e bebidas alcoólicas. Quem quiser saber mais, clique aqui para acessar o site.

28 comentários:

Alessander Guerra disse...

Cinara só posso dizer que concordo plenamente com a sua indignação. E pra aliviar a consciência ainda acrescentam: Beba com moderação!

Alessander Guerra
www.cuecasnacozinha.blogspot.com

Jandira disse...

Cinara,
O desplante desse pessoal que quer mostrar que quem bebe é bem sucedido, que pega muitas mulheres, e mulheres dando pra lá de mole só por causa de uma panaca enchendo a cara de álcool, às vezes me enoja...Ninguém se interessa pelos efeitos desse e de outros vícios no seio de uma família, no local de trabalho, enfim,falsos valores que acabam por destruir os sonhos de muita gente.Eu me indigno, sempre!
Abraços,Jan

laila disse...

Cinara muito bem lmbrado...o alcoolismo é tratado como algo que está longeda gente, mas sabia´ que o alcool fica no organismo por 1 semana, isso quer dizer q qm bebe só na sexta passa o tempo td contaminado...uma besteira sem tamanho! beijos

Anônimo disse...

venho aqui todos dias por causa das receitas maravilhosas, mas hoje este post "obrigou-me" a comentar.estou totalmente de acordo. rita

lunalestrie disse...

Ci, concordo plenamente. Meu pai já foi alcóolatra e isto lhe custou o casamento e o ótimo emprego que tinha. Eu gosto de cerveja, mas bebo raramente e detesto as propagandas de cerveja com o trio cerveja-mulher-futebol.

Sheila disse...

Vc levantou uma questão muito importante Ci. Nossa sociedade tem valores e princípios deturpados, não sabe reconhecer o limite entre a diversão e o perigo, o que é nocivo para si e para os outros. Tenho quadros de alcoolismo na família e sei bem o que é a luta contra essa doença. Importante suscitar essa discussão no mundo dos food-blogs visto que não somos donas-de-casa alienadas, e que, pelo contrário, preocupadas com o mundo a nossa volta, ainda que o problema esteja sob a veste de propaganda inocente e supostamente divertida.
Estou totalmente de acordo com cada palavra que postou aqui

Bjos

Carla disse...

Cinara, tem toda a razão! É muito triste ver todas as tragédias relacionadas com esta droga...
Esse anúncio é muito mau, tal como outros com jovens a incentivar o consumo de bebidas alcoólicas.

bjs

Cláudia disse...

Cinara, concordo com tudo o que você escreveu. Sempre achei também um absurdo o machismo das propagandas de cerveja, que justamente trata as mulheres como objetos, gostosonas que gostam dos homens que tomama cerveja exageradamente.O pior são os menores de idade que já enchem a cara e se acham o máximo e os pais fecham os olhos e os chamam de crianças.

Cinara disse...

Alessander, e na verdade, eles não querem que ninguém beba com moderação. Querem é vender cerveja!

Jandira, realmente tem essa questão do abuso da imagem da mulher, também. Eu não abordei esse aspecto para não deixar o texto longo demais, mas é uma das primeiras coisas que deveriam ser proibidas nas propagandas. Mas é essa a ilusão que eles querem vender!

Laila, como você disse, as pessoas não pensam que o alcoolismo que está longe da gente pode acabar nos afetando, pois podemos ser vítimas de um motorista bêbado, por exemplo. Infelizmente, ninguém está livre disso.

Rita, obrigada pelo elogio e pelo comentário... Achei que deveria compartilhar meus pensamentos com vocês, que me acompanham sempre!

Lu, então você sabe como a bebida pode prejudicar uma pessoa, amiga... Não estou dizendo que ninguém deva beber, mas o que eu acho um crime é incentivar as pessoas a beber cerveja como se fosse refrigerante! E os comerciais com certeza influenciam os jovens a adotar esse hábito, até mesmo sem gostar do sabor da cerveja, só pelo "barato". É isso que me preocupa...

Sheila, você me entendeu perfeitamente, querida. Quero usar este espaço para discutir questões sérias também, e talvez chamar a atenção para coisas que podemos consider banais, como o efeito dessas propagandas sobre os jovens. Eu mesma só "acordei" de verdade, e decidi "agir" quando vi a tal campanha da quarta-feira!

Carla, infelizmente, o Brasil é um dos maiores consumidores de cerveja do mundo, amiga. E nem assim existem campanhas para conscientizar sobre os males da bebida...

Cláudia, acho que a exploração da imagem feminina não deveria existir em nenhuma propaganda, imagine associada ao álcool! E ver adolescentes bebendo é realmente uma tristeza...

Um grande abraço a todos vocês, e obrigada pelo apoio!

Verena disse...

Amiga, infelizmente as pessaoas não têm consciência para beber com moderação, não adianta mostrar mil acidentes, textos ou imagens...é um problema realmente muito sério e também me preocupa. Que bom que você levantou esse tópico.
Um beijo e assino embaixo.


www.mangiachetefabene.wordpress.com

Camila L disse...

Concordo e assino embaixo! Todo mundo é contra drogas mas esquece q bebida é mto pior! A ganância dessas empresas, muito mais que anti ética, chegam a ser desumanas! Shame on them!

Vic disse...

Cinara,

Faço minhas absolutamente todas as suas palavras.É para mim incompreensível que haja esse verdadeiro endeusamento da bebida principalmente da cerveja. Quem já passou pela perda de uma pessoa querida , na flor da idade com a vida lhe sorrindo pela frente por causa da bebida sabe bem o que a sua justa indignação de hoje quer dizer.
Não só a perda mas todo o período que se vivencia antes dela é uma via dolorosa demais.
Injustíssimos a liberação da propaganda e o culto ao sucesso e alegria que pretensamente se obtém através do consumo de bebidas alcóolicas tão ou mais nocivas que o fumo.
Parabéns

Cinara disse...

Verena, eu vou deixar o logo da campanha "Propaganda Sem Bebida" aqui no blog, porque achei uma causa muito válida. Se conseguirmos acabar com o glamour que os comerciais dão à bebida, acho que já será uma grande vitória!

Camila, acho que a bebida é mais perigosa do que as pessoas pensam porque é uma "droga legalizada". E o mais triste é que ela não prejudica apenas quem a consome...

Vic, mesmo sem convivido com o problema, eu acho válido lutar por esta causa. Afinal, não quero que meu filho e meus sobrinhos sejam vítimas desse vício, e muito menos que sejam vítimas de outras pessoas que bebem. Mesmo que pequena, quero fazer a minha parte! (Nos próximos dias, este texto vai sair na seção "Leitor" do jornal Correio Popular.)

Um beijão, e obrigada pela força!

Duly disse...

Cinara assino em baixo do que escreveu.Essas propagandas estimulam principalmente os jovens.Eu como mãe estou sempre vigilante.

Lana disse...

Cinara,

Obrigada.
Obrigada por tomar a palavra e acoragem. Hoje em dia de Brasil de conveniencia, de cabeça baixa, tristonho, de "politicamente correto", muitas vezes nem podemos mais expor nosso pensar sob pena de sermos taxados disto ou daquilo.
Estou empenhada contra todas as formas de TOLERANCIA COM DROGAS. Quaisquer que sejam.
O brasileiro tem que aprender a responder por suas escolhas. Simples assim. Sabem que se beber/fumar/cheirar/injetar/aspiraralguma coisa vai se alterar em seu corpo e em sua psiquê, mas bebem/fumam/cheiram/injetam/aspiram, pois bem que respondam por isto.A sociedade não é a grande culpada por esta escolha do cidadão.
Estou muito triste por tudo o que nós brasileiro nos tornamos com esta alta tolerancia a 'defeitos sociais aceitos'...pena, tinhamos TUDO para sermos um país maravilhosos.
Deculpe o desabafo. Estou triste e em luto, envergonhada com o Governo, com o povo, com a postura que optamos em ter, enfim, ver voce sair da mesmise nacional comoveu-me. Obrigada. Se não quiser publicar este comentário, entenderei. Grata
Lana

Cinara disse...

Duly, meu filho tem só 8 anos e eu já me preocupo, imagina quem tem filhos adolescentes! Não deve ser fácil...

Lana, adorei seu desabafo, e nem passou pela minha cabeça tirar seu comentário daqui! Eu concordo com você: os brasileiros em geral são muito acomodados, e acabam aceitando muitas coisas (inclusive a corrupção e os escândalos) como se fossem coisas normais. E como eu tenho este espaço para expressar minha opinião sobre causas que eu acho válidas, vou fazer isso sempre que possível. Ainda acredito que este país possa melhorar, principalmente se cada um fizer a sua parte!

Um beijão para vocês e muito obrigada pelos comentários!

valentina disse...

Que absurdo esta propaganda. Gosto muito de tomar uma cervejinha, um copo de vinho, mas tem que ser feito com moderacao com certeza. No Brasil se vende cerveja em postos de gasolinha e tambem se pode beber no mesmo.E um absurdo.

Cinara disse...

Val, eu não tinha me lembrado desse detalhe da venda de álcool nos postos de gasolina. É um absurdo mesmo! E ainda por cima, as propagandas passam a idéia de que beber cerveja é o mesmo que beber um refrigerante "para refrescar"... Já cansei de ver homens (e rapazes) dirigindo com uma latinha de cerveja na mão, amiga! Vou abraçar essa causa, para tentar ver se um dia a coisa muda. Beijos e um ótimo domingo para você!

Cláudia disse...

Cinara, mas uma vez gostaria de pedir-lhe o logo da campanha, se possível. Vou postar no meu blog também e assim mais e mais pessoas poderão receber uma semente de conscientização.
Bjs

Cinara disse...

Cláudia, achei o máximo você "adotar" esta causa também! Claro que te passo o logo da campanha: vou te mandar por e-mail agora mesmo. Eu ia colar aqui, mas como tem um link muito longo, não cabe inteiro aqui, e fiquei com medo de não dar certo. E pode passar para quem você quiser, viu? Quanto mais gente divulgar a possibilidade de lutarmos contra as propagandas de bebidas na TV, melhor será! Bjs

Cris disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cris disse...

Ci, parabéns pela iniciativa de tornar pública em seu blog sua indignação, que como você pode ver não é só sua, é de todos. Todo mundo tem na família um tio ou um primo alcoólatra, eu tenho e sei o quanto de sofrimento isto causa a todos que estão ao redor. Vamos todas abraçar esta causa, temos um meio fortíssimo de divulgação. Bjs!

Cinara disse...

Cris, muito obrigada pelo apoio! Como você disse, temos um meio forte de divulgação, e acho que devemos usá-lo como arma de conscientização também. Um trecho deste texto saiu no Correio Popular no sábado passado, e embora tenham cortado na metade por causa do espaço limitado, acho que consegui passar o recado! ;o) Beijos e até amanhã!

Cláudia disse...

Até porque, Cinara, moderação, como todos os conceitos, é algo subjetivo. O que é exatemente moderação? Para mim é uma taça de vinho no jantar, para outro pode ser meia garrafa.
Também acho que propaganda de bebida é glamourosa demais. Sou contra, deviam proibir sim. O cigarro mata primordialmente quem o consome, mas a bebida pode matar 5 ou 10 de cada vez, em um acidente com motorista alcoolizado por exemplo.
bj

Cinara disse...

Cláudia, você disse tudo. Como não podemos padronizar o conceito de "moderação", o jeito é acabar com o incentivo irresponsável das propagandas de TV. Pode levar tempo, mas acho que é uma causa extremamente válida. Beijos e obrigada pelo apoio!

Fernanda M disse...

Concordo plenamente....

Cinara disse...

Obrigada pelo apoio, Fernanda! Ontem mesmo (22/08/07) eu recebi um e-mail da ACCA, Aliança Cidadã pelo Controle do Álcool, entidade que coordena o Movimento Propaganda Sem Bebida, agradecendo pelo incentivo. Eu já abracei esta causa! ;o) Bjs!

POSTCARDS FROM THE INFINITY disse...

Infelizmente eu sou um dependente do tabagismo. Nao tenho simpatia por pessoas alcoolatras. Agora uma simples pergunta sem resposta: Onde estao os resultados de pesquisas de vitimas de atropelamento por motoristas fumantes? Nenhuma..!!! absolutamente nada. Ao contrario daqueles que bebem e estao atras de um volante a estatistica e enorme.Isso sim e matar e ou morrer.Aqueles que nao dirigem e preferem uma carona ou taxi e chegam em casa com agressoes, fisica e verbal,abuso do conjuge,filhos e ate animais. Campanha governista deveria ser mais forte e com severas punicoes porque o alcool, sem controle, e uma arma letal.