terça-feira, maio 01, 2007

Glutamato Monossódico


Há tempos eu penso em pedir a opinião de vocês sobre um assunto um tanto polêmico: o Glutamato Monossódico. Depois de ouvir várias pessoas falando que não compravam este ou aquele produto porque continha MSG -- o que é uma tarefa quase impossível, já que praticamente *tudo* contém MSG -- eu decidi pesquisar sobre essa substância. O Glutamato Monossódico é um realçador de sabor (Ajinomoto), geralmente obtido através da fermentação da cana de açúcar, e muito utilizado na culinária oriental.

Na internet há sites que defendem e outros que condenam o MSG, dizendo que ele provoca desde enxaquecas até doenças neurodegenerativas. Já os defensores dizem que é um produto totalmente inócuo e que nenhuma pesquisa até agora comprovou seus efeitos nocivos, muito pelo contrário. Foi exatamente o que disse minha cunhada, que é engenheira de alimentos e pesquisadora da Embrapa, Instituto Brasileiro de Pesquisa Agropecuária. (Esclarecendo: esta não é uma posição oficial da Embrapa, apenas uma opinião pessoal da minha cunhada.)

Minha dúvida é a seguinte: se o MSG faz tão mal à saúde, porque nas embalagens dos produtos que não o contêm não está escrito "0% de MSG", ou "Livre de MSG", como está acontecendo com as gorduras trans? Eu uso temperos que contêm MSG, e obviamente consumo muitos produtos que contêm a substância, mas nunca associei isso a qualquer problema de saúde. Eu gostaria de saber a opinião de vocês sobre o glutamato monossódico, se o utilizam na cozinha ou se evitam consumi-lo.

Quem quiser saber mais antes de comentar, pode ler este site em português e este em inglês que defendem o MSG. E também este site em português e este em inglês que condenam a substância.

40 comentários:

Mari disse...

Oi Cinara!
Primeiramente: adoro seu blog e suas receitas! São deliciosas!

Agora, sobre o Glutamato Monossódico: eu uso MUITO ele! Comprei uma vez pra fazer yakisoba e agora é quase ítem obrigatório em tudo que faço, até coloco na batata frita, porquê realmente realça o sabor. Mas minha ignorância quanto ao assunto é tanta que nem sabia que ele era feito da cana-de-açúcar , nem que muitos produtos o contém em sua fórmula e muito menos que acham que ele faz mal. Pensando bem agora, nunca associei nenhum problema de saúde com o uso dele. Acho realmente maravilhoso!

beijinhos ;*

Elvira disse...

Definitavamente, não uso. No lugar, em comida asiática, adiciono maisena dissolvida em água. Dá o mesmo resultado e não altera o sabor dos alimentos, como faz o glutamato.

Vitor Hugo disse...

Seria um tanto quanto difícil retirar o Glutamato dos alimentos, já que ele está presente naturalmente em muitos alimentos (tomates e carnes vermelhas, principalmente). Sem falar que ele é considerado responsável, em parte, pelo 5° sabor: o umami... que não tem uma definição fixa, como o que a gente conhece dos outros sabores.

Particularmente, eu não sou lá muito chegado nele. Acho esquisito, hahahah

Uns dizem que faz mal para o cérebro por que o glutamato é um aminoácido que participa de processos químicos do tecido cerebral.

Se faz mal ou não, só o tempo dirá? Não sei, o produto existe a mais de 90 anos! E umas das algas mais usadas no Japão, kombu, é rica em ácido glutamico (é quase a mesma coisa, que o MSG, 'essência')

Flor de Sal disse...

Olá Cinara!
Sabendo ke você é fã deos Estados Unidos pensei ke me podesse ajudar.

Sou professora e lá na escola vai haver a senana da língua inglesa. Os professores, gulosos, claro, resolveram logo fazer um lanche subordinada a esse tema: a culinária dos países de língua inglesa!!!

O meu problema é: eu n~ºao faço a minima ideia do ke vou levar para o lanche. Será ke você não tem por aí uma receitinha bem simples de um bolo típico dos Estados Unidos???

Se for possível passe no meu blog e me deixe uma resposta!
Obrigada

Cinara disse...

Mari, eu imagino que, como você, muita gente nunca tenha ouvido falar que o MSG pode fazer mal, principalmente quem usa e nunca teve problemas. Eu não uso o Ajinomoto na comida, mas não tenho nada contra e também não procuro alimentos sem MSG. Eu só queria que houvesse um veredicto definitivo... Muito obrigada pelas palavras carinhosas e também pelo comentário! Bjs!

Elvira, desculpe minha ignorância, mas qual seria o efeito da maisena dissolvida em água no preparo de comidas orientais? É para engrossar? Porque o glutamato teoricamente só serviria para realçar o sabor...

Vítor, eu sabia que poderia contar com você para complementar meu post! E com muita competência, diga-se de passagem... ;o) Outra coisa que me intriga é que a culinária japonesa é considerada extremamente saudável. Se o MSG fizesse mal, seria usado no Japão há quase um século??
Muito obrigada pela colaboração!

Flor de Sal, já vou dar uma passadinha no seu blog para deixar algumas sugestões... ;o)

Cláudia disse...

Oi, Cinara, muito interessante a sua matéria. Eu dou sempre preferência a alimentos os mais naturais possíveis, mas gosto também de adicionar condimentos, que as veses nem sei do que são feitos, ou o que colocam neles para a preservação. Quando uma receita oriental pede, eu o uso, mas acho que as vezes não faz muita diferença.Um detalhe, um dos problemas que já li sobre a comida japanesa é que o teor do sal é alto, podendo provocar problemas renais. O importante é ter bom senso, não exagerar no consumo de qualquer coisa e sempre observar o que poderia ter provocado uma dor de cabeça ou uma digestão mais pesada. Como foi dito nas matérias,nada foi comprovado e o organismo das pessoas reagem diferentemente a muitos produtos.
Bjos. Espero que goste do meu comentário.
Cláudia

Elvira disse...

Esqueci-me de escrever que também juntava 1 pitada de açúcar. Assim, o molho oriental fica lustroso, envolvente e com um sabor delicioso. Não sei se é mania minha, mas acho que o glutamato acaba por dar o mesmo sabor a qualquer prato asiático e acho uma pena que encobra a frescura dos legumes e assim... :-)

bia disse...

Oi Cinara, o glutamato esta presente em muitos alimentos naturalmente, como em explicou o Vitor, e esta presente até no leite materno; Mas mesmo o que é natural pode causar hipersensibilidade (alergia). Eu nunca usei e nao acho que faça falta. bjs

Cinara disse...

Claudia, concordo plenamente com você: a moderação é o segredo de uma alimentação saudável. Tudo que é demais faz mal mesmo. Adorei sua colaboração, obrigada! ;o)

Elvira, agora entendi, amiga! E acho que eu mesma não saberia diferenciar pratos asiáticos com ou sem MSG, porque não costumo fazer em casa. Eu não conhecia essa alternativa da maisena. Obrigada pela dica!

Bia, obrigada por acrescentar a informação sobre o leite materno! Foi outro detalhe que me chamou atenção ao pesquisar o MSG. Eu tenho alergia a algumas substâncias, mas não ao MSG, graças a Deus! :o)

Um grande beijo, meninas!

Carol Emboava disse...

Eu consumo alimentos que levem o glutamato na receita sem maiores preocupações ou problemas. Mas não é de costume aqui em casa comprá-lo para preparar receitas! Sei lá, acho que me viro bem sem ele! hehe!
Beijinhos!

Silvia Arruda disse...

Cinara, eu costumava usar o ajisal (o sal do ajinomoto) qdo era solteira, na casa do meu pai. Confesso q depois q casei (há mais de um ano, não comprei ajisal nem ajinomoto. Não faz nenhuma falta aqui em casa! :)
Bjos

Cris disse...

Ci, eu evito o glutamato e verifico todos os rótulos, mesmo sabendo que possa estar camuflado em outras substâncias. Para alguns não tem efeito algum, mas muitas pessoas desenvolvem alergia. Na dúvida, prefiro evitar... Bjs!

Cinara disse...

Carol, eu sou como você: não faço questão de consumir, mas não me importo se tiver MSG no que eu como. Tudo na paz... ;o)

Silvia, meu marido até gosta do Ajisal, mas faz tempo que não compro. Para falar a verdade, nunca vi muita diferença de sabor quando ele usava!

Cris, pelo que li, realmente há pessoas que têm hipersensibilidade ao MSG, mas não sei se isso nasce com a pessoa ou se ela pode desenvolver uma intolerância à substância. Se for algo que qualquer um possa vir a ter, aí precisamos evitar o consumo a qualquer custo mesmo! ;o)

Um beijão para vocês!

Eliana Scaramal disse...

Eu também não uso, vou ficar de olho nos comentários. :)

Maria Helena disse...

oi Ci, amei o post e vim dar meu pitaco.

Eu cortei o glutamato "puro" (o ajinomoto e ajisal, etc) e os caldos industrializados, mas às vezes ele aparece por aqui em algum outro produto que eu continuo usando (o creme de cebolas de pacotinho, por exemplo).

Eu sofria por demais com enxaquecas (de ficar 3 dias com dor direto, no matter what) e depois que parei de usar os listados acima, melhorei MUITO, as crises são bastante raras e mais fracas agora.

Não mudei muitas outras coisas na minha alimentação (ja não sou muito de temperos fortes e tal), continuo tomando coca-cola loucamente, rs, mas as enxaquecas de fato diminuíram demais. Eu tenho que achar que o MSG estava me atacando pessoalmente!!!

Aqui, só se ele estiver disfarçadinho, e ainda assim, ando relutando cada vez mais em consumir.
Bjs

patricia disse...

Prima Cinara,
eu, como médica nunca ví um paciente om a Síndrome do restaurante chinês, o que não significa que ela não exista. Há diversos estudos científicos disponíveis no medline sobre o glutamato e sues efeitos e realmente ele está associado a diversos sintomas neurológicos principalmente em individuios sensíveis à substância. no entanto, o FDA já considerou a substância como sendo seguro se ingerido em quantidades moderadas. uma dieta européia normal(só encontrei esta referência num site de nutrologia da França) tem quantidades muito inferiores ao valor limite. de qualquer modo já existe molho de soja com fermentação natural e que não contém glutamato monossódico. quanto aos demais alimentos, e principalmente os que possuem a substância naturalmente, não poemos fazer nada a não ser consumircom moderação (como tudo nesta via).
espero ter contribuído
bjs Patrícia

Cinara disse...

Eliana, eu também estou atenta, aprendendo um pouco com cada comentário! ;o)

Maria Helena, você é a primeira a dizer que sentiu os efeitos nocivos do MSG! Você concluiu que ele fazia mal quando deixou de consumi-lo, ou foi algum médico que desconfiou que ele provocava as enxaquecas? De qualquer forma, fico feliz que você não sofra mais com elas!

Patricia, adorei a sua contribuição, prima! É sempre bom poder contar com uma opinião profissional... E aproveito para repassar uma dúvida que expressei aqui em cima: qualquer pessoa pode vir a desenvolver uma hipersensibilidade ao MSG, ou isso é algo que nasce com a gente? O consumo contínuo poderia eventualmente provocar alguma reação alérgica, mesmo em quem nunca apresentou qualquer reação à susbtância? Porque, como eu disse, até hoje nunca associei nenhum mal estar ao MSG, mas é sempre bom ficar atenta, certo? ;o)

Beijocas para vocês!

Anônimo disse...

oi eu quando consumo produtos onde o glutamato monossodico esteja escrita na embalagem, tenho uma crise de enxaquecas

Cinara disse...

Olá, Anônimo(a)! Só depois que fiz este post fui conhecer pessoas que realmente sofrem com os efeitos do Glutamato Monossódico... Ainda bem que eu não sinto nada, pois hoje em dia quase tudo leva MSG, não é mesmo?
Obrigada pela visita e uma ótima semana para você!

Ana disse...

Olá,

Tenho problemas sérios de alergia ao glutamato monossódico. Tenho dores no estômago, diarréia e algumas vezes surgem bolinhas no corpo que coçam. Sem falar em enxaqueca O quanto esses sintomas são fortes variam com a quantidade que consumo.
Não tive sempre esse problema, apareceu depois dos vinte anos. Eu nem sabia que esse aditivo existia, era louca por lamber o papel do caldo de galinha, do sazon e não trocava o tempero do miojo por nada nessa vida!!!
Minha alergista disse que é difícil determinar quando uma sensibilidade ao glutamato aparece, nada prova que essa substância tenha um efeito cumulativo no organismo. Mas é melhor evitar consumir, porque depois que a alergia é adiquirida é um problema, pois é muito difícil conseguir evitar totalmente esse alimento.
Quanto aos rótulos de livre de glutamato....ai que sonho!!!Ia ser bem mais fácil para mim comprar alimento industrilizado :-)

Cinara disse...

Ana, que loucura essa sua alergia!! Os sintomas são graves mesmo! Embora eu tenha muitas alergias, a maioria é alergia de contato, muito mais fácil de ser evitada. Imagino o problema que você deve enfrentar, tentando achar alimentos que não contenham MSG! É a verdadeira missão impossível! Bom, pelo menos você já identificou a alergia. Acho que muita gente deve ser sensível ao MSG e nem desconfia...
Muito obrigada pela contribuição!
Beijos!

Gerson Luis Henemann de Lima disse...

Depois de muitos anos de sofrimento descobri que a causa das minhas crises de enxaqueca clássica estavam numa substância chamada glutamato monossódico. Tenho que ter muito cuidado, ler todas as embalagens dos produtos suspeitos. Quando acontece a dor de cabeça basta verificar, certamente o glutamato estará presente em algum alimento. Depois da descoberta, nunca mais fui acometido das crises completas que iniciavam com cegueira parcial, adormecimento dos membros de um lado do corpo, enjôo, perca de raciocíneo seguidos de um período de 24 horas de dor de cabeça.
Minha mãe eminha irmã também sofriam do mesmo mal. Tenho certeza de que muitas pessoas sofrem por desconhecerem a causa. No meu caso os médicos não ajudaram, descobri pela internet. Parece que o site indicado neste blog que condena em português o glutamato já foi censurado. A indústria de alimentos censura essa informação porque o glutamato, realçando o sabor, ajuda na promoção da venda do alimento.
Precisamos divulgar essas informações para promover a cura de quanta gente desenganada pelos médicos que dizem que enxaqueca não tem cura, somente com a ingestão de caríssimos remédios.

Cinara disse...

Gerson, muitíssimo obrigada pelo seu comentário! Eu mesma desconhecia os efeitos do glutamato monossódico até escrever este post. Imagino como deve ser complicado para você evitar ingerir a substância, já que quase tudo leva MSG! E suas enxaquecas por causa dele parecem ser terríveis mesmo. Concordo com você sobre a divulgação desse problema, e agradeço imensamente a sua contribuição!

Gerson Luis Henemann de Lima disse...

Eu que agradeço o seu interesse em divulgar esse problema. Hoje eu recebi minha tia e uma vizinha, vieram profundamente agradecidas porque graças ao meu alerta sobre o glutamato elas passaram a evitar a substância e estão felizes por não terem mais sentido dores. Tenho alguns colegas do serviço que também me procuraram gratos pelo mesmo motivo. Por isso eu estou convencido de que a maior causa das dores de cabeça das pessoas se deve ao uso em demasia dessa substância. Vou continuar me empenhando em divulgar meu testemunho convicto de que estarei ajudando as pessoas a se livrar desse terrível mal. Obrigado.

Anônimo disse...

Oi Cinara,
Depois de 7 anos sofrendo com crises de enxaqueca descobri que a causa é o glutamato monossódico. Sempre que como alguma coisa com glutamato tenho dores de cabeça terriveis que duram de 3 a 4 dias. É muito difícil evitar essa substância porque ela está presente em praticamente todos os alimentos. Acho importante divulgar essa informação porque acredito que muitas pessoas desconhecem que tem alergia a essa substância.
Abraço,
Cris C.

Cinara disse...

Nossa, Cris, suas enxaquecas (bem como as do Gerson) deviam ser pura agonia! E que alívio descobrir o que as causava, não? Eu agradeço o seu depoimento, porque assim acho que podemos "dar uma luz" para quem sofre de dor de cabeça (e outros sintomas) associados ao consumo de MSG. Muitas vezes as pessoas nem desconfiam!
Um abraço para você também!

Anônimo disse...

Ola...
Ha alguns anos atrás conheci uma senhora que fez um comentário sobre Ajinomoto, segundo ela um amigo foi internado por problemas estomacais, assim que o medico viu o paciente disse o senhor e japonês deve utilizar Ajinomoto, o medico não receitou nada, somente pediu para que não utilizasse mais Ajinomoto e retornasse depois de um mês. Apos um mês o paciente não apresentava nenhum tipo de problema. Segundo o medico, vários pacientes sofriam do mesmo problema, principalmente numa época em que não sabíamos dos problemas causados pelo Ajinomoto. Medicamentos podem melhorar a sua saúde, mas às vezes contar o mal pela raiz e mais saudável e barato.
Eu detesto Ajinomoto, morei no Japão por muitos anos, difícil dizer se um restaurante utiliza ou não Ajinomoto, que é um produto industrializado, mas uma coisa e certo, a culinária japonesa e considerada uma das mais saudáveis porque eles utilizam produtos naturais para obter umami, utilizam muitíssimo pouco o molho de soja, sal, etc. comparado com a culinária brasileira. Para se ter uma idéia, numa receita para 4 pessoas no Brasil costumam colocar 1 ou 2 colheres de sopa de sal, os japoneses costumam colocar uma pitada. As diferenças nas medidas são gigantescas. Faz 3 anos que retornei ao Brasil e não consigo comer um pedaço de bolo, pois são exageradamente doces, doces no Brasil parecem estar relacionados com doce e não com saboroso.
E creio que não adianta discutir se faz bem ou não, muitos não possuem uma educação alimentar adequada, bebem pouca água, consome refrigerantes, a fartura esta em tudo, todas as pizzas têm sabor de tudo, tudo tem gosto de sal. Tem muita comida gostosa, difícil e segurar a vontade... Haja garfo...

Anônimo disse...

Ola...
Ha alguns anos atrás conheci uma senhora que fez um comentário sobre Ajinomoto, segundo ela um amigo foi internado por problemas estomacais, assim que o medico viu o paciente disse o senhor e japonês deve utilizar Ajinomoto, o medico não receitou nada, somente pediu para que não utilizasse mais Ajinomoto e retornasse depois de um mês. Apos um mês o paciente não apresentava nenhum tipo de problema. Segundo o medico, vários pacientes sofriam do mesmo problema, principalmente numa época em que não sabíamos dos problemas causados pelo Ajinomoto. Medicamentos podem melhorar a sua saúde, mas às vezes contar o mal pela raiz e mais saudável e barato.
Eu detesto Ajinomoto, morei no Japão por muitos anos, difícil dizer se um restaurante utiliza ou não Ajinomoto, que é um produto industrializado, mas uma coisa e certo, a culinária japonesa e considerada uma das mais saudáveis porque eles utilizam produtos naturais para obter umami, utilizam muitíssimo pouco o molho de soja, sal, etc. comparado com a culinária brasileira. Para se ter uma idéia, numa receita para 4 pessoas no Brasil costumam colocar 1 ou 2 colheres de sopa de sal, os japoneses costumam colocar uma pitada. As diferenças nas medidas são gigantescas. Faz 3 anos que retornei ao Brasil e não consigo comer um pedaço de bolo, pois são exageradamente doces, doces no Brasil parecem estar relacionados com doce e não com saboroso.
E creio que não adianta discutir se faz bem ou não, muitos não possuem uma educação alimentar adequada, bebem pouca água, consome refrigerantes, a fartura esta em tudo, todas as pizzas têm sabor de tudo, tudo tem gosto de sal. Tem muita comida gostosa, difícil e segurar a vontade... Haja garfo...

Buxi disse...

Olá, segundo artigos que li de alguns médicos , principalmente um de nome Russell Blaylock que é neurologista, é o proprio glutamato a causa de muitos problemas , como parkison, alzeimer, e principalmente a obesidade porque o glutamato faz aumentar o apetite e as pessoas nao conseguem parar de comer.
Tenho alguns artigos e videos sobre o glutamato no meu blog

Veja aqui

Cinara disse...

Obrigada a todos pelas contribuições! É sempre bom ouvirmos várias opiniões e experiências, só assim poderemos discutir com mais propriedade assuntos polêmicos como este!
Um grande abraço!

Lucio Fernandes disse...

Olá a todos.
Tenho de dar toda razão ao "Anônimo", pois sei por experiência em casa que essa coisa chamada "glutamato monossódico" ou "realçador de sabor" ou ainda Ajinomoto, é mesmo um veneno que está prejudicando muitas pessoas, inclusive minha mulher, que se por acaso comer alguma coisa com isso, passa a noite gemendo de dor com enxaqueca e não consegue mais manter nada no estômago. E já encontrei outras pessoas que sofrem com dores de cabeça sem saber que a causa é o glutamato. Felizmente, consegui esclarecer algumas delas.
Apesar das polêmicas, já foi comprovado que o glutamato agride o sistema nervoso e as indústrias o utilizam para vender mais, pois ele faz com que as pessoas comam mais. É apenas um artifício industrial muito prejudicial, cujos males são ocultados por propaganda enganosa, mas devem ser divulgados para que mais pessoas se conscientizem de que estão sendo envenenadas.
Por favor, antes de divulgar que é uma substância deliciosa, procurem se informar melhor e verão que estão enganados sobre seus benefícios. As indústrias alegam que o usam porque ele é "autorizado". Ora, fumo e álcool também são autorizados, mas isso não significa que não são prejudiciais, assim como outras substâncias que ingerimos sem saber que estamos sendo envenenados.
Precisamos cultivar hábitos mais saudáveis. Eu também cozinho e meu caldo de carne é preparado por mim mesmo, apenas cozinhando carne de segunda e obtendo um caldo natural, sem porcarias químicas prejudiciais. Quando aos temperos, existem às dezenas em forma natural, sem precisar de conservantes nem de "realçador de sabor". Boa comida não precisa dessas drogas.

Obrigado pela atenção.

Lucio Fernandes

Cinara disse...

Muito obrigada pela contribuição, Lucio! Estou "ensaiando" há tempos para fazer meu próprio caldo de carne e de galinha, mas ainda não fiz... Além de infinitamente mais saudável, também deve ser mais saboroso!
Abraços!

Denis von Kostrisch disse...

Oi, Cinara, obrigado pelo espaço livre para discutir o MSG!

Após pelo menos 20 anos de ingestão sem consequências, há cerca de 10 qnos desenvolvi uma forte intolerãncia ao MSG, que se manifesta na forma de disidrose (bolhinhas de água profundas, nas extremidades dos membros, que coçam até que sejam estouradas, daí se convertendo em feridas bem desagradáveis. Cerca de 6 a 8 horas após a ingestão as bolhas aparecem. Chego a ter episódios com 20 ou mais feridas abertas. Minha alergista diz que eu não deveria "cutucá-las", mas não me diz como...

Meu sonho seria ter um alerta claro nas embalagens, pq como quase todo alimento industrializado tem p MSG fica mesmo difícil encontrar algo seguro.



Em tempo: forma de ação do MSG para "realçar" o sabor: provoca uma dilatação extra das papilas gustativas em nossa língua, gerando uma resposta sensorial exagerada a certos sabores.

Abraços a você e aos demais de seu blog!

Cinara disse...

Eu é que agradeço sua visita e comentário, Denis! E a cada dia que passa eu penso mais como você: o mínimo que podiam fazer era colocar um aviso nos produtos que contêm MSG. Imagino como deve ser difícil para pessoas que têm reações alérgicas fortes como a sua!
Um abraço e boa sorte! ;o)

Anônimo disse...

Olá! Sempre evitei o Ajinomoto (simplesmente acho o gosto horrível). O consumo "embutido" de glutamato monossódico em produtos industrializados aparentemente não faz muita diferença pra mim. No meu caso, o vilão é o ASPARTAME. Quem se interessar em pesquisar vai acabar achando algo a respeito também.

Anônimo disse...

como qualquer outra substância alimentar não tem efeitos tão nocivos para a saúde se for consumida em pequenas quantidades. O problema e que o glutamato monossódico existe em todos os alimentos industrializados aumentando assim o nivel de ingestão que certamente causará problemas na saúde a longo prazo.
Pessoalmente tento evitar esse tipo de substâncias como o glutamato monossódico, aspartame...desde que comecei a evitar produtos com esse tipo de substâncias que não tenho tido praticamente enxaquecas, coisa de que sofria bastante!

katia GUERRERA disse...

Eu tenho uma grave intolerancia a glutamato, a minha imunidade cai absurdamente, tenho fortes dores no estomago e acreditem fico ate resfriada apos ingerir algo com gutamato.

Lícia disse...

Olá, Cinara!

Parei aqui no seu blog quando procurava por "intolerância ao sódio /glutamato monossódico"...certa vez minha irmã disse q ele era nocivo, fazia muuuito mal (ela é naturalista), mas achei q era balela...até sofrer alguns sintomas...comi um "escondidinho de carne" desses industrializados, após uns 20 minutos estava com muita dor de cabeça, e eu RARAMENTE tenho, fadiga, sonolência, dor no peito, e um gosto muuuito ruim na boca. Ao olhar a porcentagem de sódio, tinha pelo menos 1744... Procurei uma nuticionista anteriormente, que me aconselhou a olhar os rótulos e ver a quantidade, mas não achei q isso fosse tão sério. Agora tô vendo q sim, tenho q refazer toda a dieta, eliminando ou pelo menos diminuindo a quantidade de MSG.

Susy Brito disse...

Eu evito comer em restaurantes e bares por causa do MSG ou seja a síndrome do restaurante chinês, fui premiada, é horrível, estou sempre recusando convites para jantar ou almoçar, se eu comer comida com este famigerados caldo de carne , de galinha etc eu me sinto mal, barriga estufada, tontura e ás vezes enjoada, é muito difícil e eu sonho com o dia que fabricarem um medicamento para que eu possa comer fora em paz.

Susy Brito disse...
Este comentário foi removido pelo autor.