sexta-feira, novembro 23, 2007

Outback Style Bread - O Retorno!

Há alguns dias eu fiz novamente o meu pão australiano, e como tenho anotado algumas alterações desde que o fiz pela primeira vez, decidi publicar a receita de novo. E quero agradecer a contribuição dos meus leitores, que me ajudaram muito a aperfeiçoar esta receita! Ela já está atualizada, e fiz novas observações no final. Para ver a primeira receita que publiquei, é só clicar aqui. Espero que agora fique mais fácil vocês conseguirem fazer em casa este pão macio e adocicado... ;o)


Pão Australiano (tipo Aussie Bread do Outback) - Versão Atualizada

1 1/4 xícara de água morna

Corante alimentício marrom (opcional)

2 colheres (sopa) de margarina

1/2 xícara de melado

1 3/4 xícara de farinha de trigo

1 xícara de farinha de trigo integral

1 xícara de farinha de centeio

2 colheres (sopa) de chocolate em pó

3 colheres (sopa) de açúcar mascavo

1 colher (chá) de sal

1 colher (sopa) de glúten

1 1/2 colher (chá) de fermento biológico seco

Fubá para polvilhar

Na máquina de pão, misture 60 gotas de corante marrom à água morna, e em seguida acrescente todos os demais ingredientes (menos o fubá), na ordem acima. Ligue no ciclo "Dough" (Massa). Quando o ciclo terminar, remova a massa e separe-a em 6 partes iguais.

Modele 6 pãezinhos de cerca de 12cm de comprimento e 5cm de largura. Polvilhe uma superfície com fubá. Umedeça as mãos, passe-as levemente sobre os pãezinhos e passe-os no fubá. Coloque-os em uma assadeira, cubra com um pano e deixe crescer durante uma hora.

Pré-aqueça o forno a 180° C. Leve os pãezinhos crescidos ao forno e asse por 35 a 40 minutos, ou até dourar. Tire do forno e deixe-os esfriar por 15 minutos. Sirva com manteiga "de verdade", gelada ou amolecida.

Observações importantes:

1) A massa ainda sai da máquina um tanto molinha, mas com um pouquinho mais de farinha é possível modelar os pãezinhos sem deixar a massa dura demais.

2) Em vez de enrolar 6 pãezinhos, eu dividi a massa em 4 pedaços e assei em fôrmas de alumínio descartáveis (21cm x 9,5cm), untadas com spray de manteiga.

3) Os pães não chegam a dobrar de tamanho durante o crescimento dentro das fôrmas. Mas não se preocupem: dentro do forno eles crescem que é uma beleza!

4) Desta vez eu não usei a farinha de glúten porque a minha estava vencida, e não vi diferença alguma. Os pães ficaram fofinhos como sempre!

5) Se quiser servir este pão com uma manteiga parecida com a servida no Outback, é simples: deixe a manteiga atingir a temperatura ambiente e bata-a na batedeira, em velocidade alta. Aos poucos, acrescente água gelada até a manteiga ficar areada. (Use no máximo 1/4 de xícara de água gelada para cada xícara de manteiga batida.)

146 comentários:

Dani Toré disse...

Ci,
sou fãzoca desse pão, mas só de pensar nas filas do Outback, desisto *rs*.
Vou fazer!!!
Bjs

Laurinha disse...

Oba! Adoro, vou fazer.
Perguntas:
- a far bca é normal de bolos, ou especial de pães?
- vc já fez na pedra, dá certo? ou só na máquina?
- to começando a ficar demais tentada a ter uma panificadorinha... se importaria de dizer qual é a sua - marca/modelo, para eu averiguar? Ou que marca/modelo procuro comprar...

Abusei um pouquinho, né...mas quem sabe mando uma cartinha pro Noel (melhor mandar com detalhes, né não!) e ele me traz...

Beijinhos,

Lílian disse...

Oi Cinara
Utilizei uma receita sua em uma pesquisa científica hahaha.
Inté : )

http://docescoisasdavida.blogspot.com/2007/11/lista-de-compras.html

Alessander Guerra disse...

E esse pão é bom demais, né Cinara? Que boa fornada a tua!

até
Alessander Guerra
www.cuecasnacozinha.blogspot.com

Flor de Sal disse...

Ai, como eu gostava de saber fazer pão!!!! Mas não adianta....
Bjnhos!

Paulo Polzonoff Jr disse...

Cinara,

Faço este pão todas as semanas aqui em casa.

Depois de umas primeiras tentativas frustradas, decidi trocar o fermento biológico seco pelo fresco. O pão fica absurdamente fofo e gostoso. Recomendo.

(Eu nunca me dei bem com fermento seco...)

Da próxima vez quero ver se coloco 1/4 de xícara de melado e 1/4 de xícara de mel.

Ainda quero escrever uma matéria sobre este pão. Mas vai ficar para 2008.

beijos,

Vinni disse...

Snif...:/
Fiz um pãozin..agora estou até com vergonha...rs...mah q q é isso?!!...rs..vc é praticamente uma panificadora...:]...que bela fornada!! Vc está com tudo com essa máquina Ci...:D
Muitos beijinhos!

Verena disse...

Hummmmm, esse pão é uma delícia mesmo, mas quando faço não rendem tanto!!! Que beleza de fornada!
Saudades, beijos!

www.mangiachetefabene.wordpress.com

Nani disse...

Com essas dicas fica ainda mais fácil fazer estes pães.
Beijos!

Letrícia disse...

Ci! Eu já ia passear pelo seu cantinho para encontrar a próxima fornada de pães daqui de casa quando vi que você publicou a receita que eu ia buscar! Só pode ser um sinal - tenho que fazer!

Beijos e bom fim de semana!

Suzana disse...

Cinara, que pão fantástico! Adorei! Também quero uma máquina dessas - começo a ficar muito curiosa.

Cinara disse...

Dani, você tem razão: eu *nunca* consegui chegar no Outback e sentar! Sempre tem fila! Nas duas últimas vezes, chegamos lá por volta das 16h, para uma "almojanta" (foi num domingo), e mesmo assim tinha fila... Aprendi a fazer o pão em casa por pura necessidade, amiga! ;o)

Laurinha, imagina se é abuso, querida! Vamos lá: eu uso farinha branca normal, da marca Renata. Até hoje, eu só fiz este pão na máquina. Como é fazer pão na pedra?? A Karen, do Kafka da Praia, já fez este pão "à mão" mesmo, e também deu certo! A minha máquina de pão é da marca West Bend, modelo 41048, e eu a comprei no Shoptime há mais de 10 anos. Ela nunca deu problema, é ótima, mas eu nunca mais vi um modelo igual. Das máquinas modernas, a que me parece melhor é a da marca Britânia. A Cláudia, do Doces Encontros, tem uma dessas e diz que está muito satisfeita! Você pode fazer uma "enquete" também, para saber sobre outras marcas... Assim você poderá passar todos os detalhes para o Papai Noel! ;o)

Lílian, pode deixar que vou dar uma olhada! Quero só ver o resultado dessa pesquisa... :o)

Alessander, ele é tão bom que seja a ser perigoso: não conseguimos parar de comer! :oP

Flor de Sal, você não pode desistir assim, amiga!!! Aqui mesmo na blogosfera culinária há várias pessoas que não conseguiam fazer pão e que agora "desencantaram"...

Paulo, que bom que seu pão acabou dando certo!! Mas é assim mesmo: tem gente que não se adapta ao fermento seco, da mesma forma como eu não sei usar o fermento fresco! E você teve uma ótima idéia: o mel pode deixar este pão ainda mais "perfumado"... ;o)

Vinni, eu nem mereço tanto crédito, amiga... A máquina faz todo o trabalho "pesado"! E tenho certeza de que são pão ficou maravilhoso, já já vou lá para ver. ;o)

Verena, na vez anterior tinha rendido 3 fôrmas, mas ficaram grandes demais. Desta vez deixei pouca massa no fundo das fôrmas de alumínio, e ficaram no tamanho ideal, quase igual ao do Outback. E você me lembrou algo importante, amiga: vou acrescentar as medidas das fôrmas ao post: 21cm x 9,5cm. Obrigada! :o)

Nani, até que demorou um pouquinho para eu acertar nesta receita, mas acho que agora está nota 10!

Letrícia, olha que coincidência boa!! Garanto que você não vai se arrepender, amiga...

Suzana, fazer pão "à mão" é uma delícia, uma verdadeira terapia, mas quando temos pouco tempo, a máquina ajuda bastante e corta o trabalho pela metade! Isso quando não deixamos o pão assar nela: aí não dá trabalho nenhum! ;o)

Beijos e um ótimo final de semana para todos vocês!

lunalestrie disse...

Cinara, assim você derruba a cadeia, amiga!!!
Esse pão vai ser um dos primeiros a ser testado quando eu tiver uma máquina de pão, todo mundo parece amar esse negócio!
Beijos e bom fim de semana, amiga!

cozinha da drica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
cozinha da drica disse...

Cinara este pão é maravilhoso...Vou fazê-lo logo bjs

Marcel Miwa & Nina Moori disse...

Fiz uma vez, mas não gostei do resultado, vou anotar a sua...ficou mais macia.
bjo,
Nina.

Marizé disse...

Cinara, eu estava com saudades das suas delicias, eu já tinha anotado a receita deste pão ainda não fiz, mas não vai demorar muito então agora com receita revista e aprovada, melhor ainda.

Beijo grande

Valentina disse...

Nossa Ci, como rende!!

Daninha disse...

Oi, te vi na lista do amigo secreto de blogs de comida e passei pra conhecer seu blog.

Voltarei sempre, beijinhos.

Daninha
http://cinebistrot.blogspot.com/

Gorbo disse...

Cinara
Faço esse pão a algum tempo. Acho que utilizar 1/4 de xícara de mel deixa o pão mais cheiroso. Eu adiciono também 2 colheres de sopa de melado.
São muito deliciosos e congelam muito bem, depois é so deixar descongelar em temperatura ambiente.

Carla Ventura disse...

Ci, ficou lindo seu pão. Morro de vontade de fazer em casa. Queria te perguntar uma coisa. Eu quero fazer cinamon rolls, e acabei percendo que todas as receitas que pesquiso pedem fermento seco. Com o fresco fica ruim? vc sabe? Um beijo!

lolo disse...

uau, a receita da manteiga!!!! Vou testar logo, logo! Fiz seu brownie ontem e, para vc ter uma ideia do sucesso, eu mesma so comi um pedaço, hehe; Bjos.

Cinara disse...

Lu, se você não quiser esperar para fazer seu próprio pão, o Pão de Açúcar costuma ter um pão australiano bem gostosinho, de fabricação própria! Se você não achar por aí, pode pedir ao gerente para incluí-lo na seção de padaria. Garanto que muita gente vai te agradecer... ;o)

Drica, faça mesmo que vale a pena!

Nina, agora esta receita está no ponto! Eu só pretendo testar a dica de alguns leitores, que usaram mel além de melado...

Marizé, ando sem tempo de cozinhar, amiga! Estou com uma lista enorme de receitas que quero fazer, mas está difícil... Por isso acabo optando pelas coisas mais fáceis. Mas não menos gostosas! ;o)

Valentina, rende que é uma maravilha!!! E some rapidinho também... :oD

Daninha, obrigada pela visita! Vou visitar seu blog também!

Gorbo, obrigada pela dica! Na próxima vez vou testar com o mel, com certeza! ;o)

Carla, você pode usar o fermento fresco sem problema algum, fica igualzinho! Clique aqui para ver uma tabela de equivalência entre os fermentos seco e fresco.

Lolo, que bom que você gostou do brownie! Se não sobrou quase nada para você é porque devia estar uma delícia mesmo. Não respeitaram nem a cozinheira! ;o)

Beijos e uma semana maravilhosa para vocês!

Cláudia disse...

Cinara, esta receita é a mesma da anterior, e você só mudou a aparência dos pães, ou foi a introdução da farinha de gluten, que no final não deu diferença nenhuma? Depois com calma eu comparo as duas e de novo vou fazer ela inteira na máquina.

bjs

Mas o seus pães ficaram LINDOS!

Adriana disse...

Oi Ci! Obrigada pela visita e pelo link! ;D
Bom, estou na Austrália e devo admitir... O pão australiano do Outback aí no Brasil é melhor!!! O daqui nem chega perto! rs

Tenho feito pão em casa, os pães aqui são beeeeeem ruizinhos... Vou tentar a sua receita pra matar a minha saudade de pão australiano na Austrália! :D

;*

vanillabeanblog@blogspot.com

Cinara disse...

Cláudia, esta receita é igualzinha à outra, eu só aumentei ainda mais a quantidade de farinha de trigo comum e não usei o glúten (ou farinha de glúten) que eu havia usado todas as outras vezes. E achei que o glúten não fez falta. Além disso, fiz 4 pães menores, em vez de três. Acho que a aparência dos pães não mudou, não. Eu só fiz uns cortes na superfície da massa antes de assar! ;o)

Adriana, jura que o pão australiano brasileiro é melhor que o pão australiano australiano? :oD Depois me diga se você gostou da receita, OK?

Beijos e boa semana, meninas!

Marizé disse...

Cinara, quando puder passa lá na minha cozinha, tenho uma receita dos Estados Unidos e gostava da sua opinião.

Beijocas

Natércia disse...

Adorei o pãozinho devia estar muito bom.um beijo Natércia...

bia disse...

eu adoro este pao do Outback e estando longe para ir no proprio é claro que vou fazer esta sua receita ! obrigada ! bjs

Marcia disse...

Ci, AMEI a receita! Para mim, a melhor coisa do Outback é este pão. Boa semana! Um beijo,

Ju Braga disse...

Nossa, ficam lindos e com uma cara ótima!!
Adorei a dica da manteiga!!

bjs

Carla Ventura disse...

Brigadinha, Ci. Foi so coincidencia, então. Uso essa tabela sempre tb. Beijo!

Cinara disse...

Marizé, já opinei lá no Tacho, amiga!

Natércia, este pão quentinho, com a manteiga derretendo, é irresistível...

Bia, o bom de fazer em casa é que podemos comer váááários pãezinhos destes!! Só não é bom para a silhueta... :oD

Marcia, no Outback, um pão só é muito pouco para eu, meu marido e meu filho. Por isso precisamos de um "reforço" caseiro! ;o)

Ju Braga, obrigada, querida! O pessoal sempre me pergunta da manteiga, e desta vez já incluí no "pacote"! :o)

Carla, muita gente não se dá bem com o fermento seco. Eu já não me entendo é com o fresco! :oP

Um beijão para vocês, meninas!

Yara disse...

Só consigo fugir da fila do Outback quando chego cedo, domingo fomos lá e chegamos ao meio-dia, não tinha fila e pudemos até escolher um sofá pra ficar :o)

Esse pão é realmente delicioso, vou reproduzir a receita em cativeiro :o) até já achei a farinha integral e a de centeio no supermercado, coisa que nunca tinha antes por lá. Isso só pode ser um chamado dos céus, hehehe! Beijos pra você!

Patricia Scarpin disse...

Que pão bonito, Ci!
Nunca fui ao Outback, mas nem preciso ter ido pra saber que esse pão é irresistível!

Joana disse...

Adoro este tipo de pães, adoro mesmo! Quem sabe um dia destes me aventuro...
Bjs

Cinara disse...

Yara, é isso mesmo: só chegando cedo para evitar a fila! Mas agora você vai poder degustar este pão no aconchego de seu lar... Definitivamente, encontrar as farinhas no supermercado só pode ser um sinal!! Depois quero saber *tudo*, OK? ;o)

Paty, vale a pena conhecer o Outback, amiga! Lá tem pratos para todos os gostos e são super bem-servidos... Depois te dou algumas dicas! :o)

Joana, como este pão leva farinhas mais "pesadas", eu demorei mais para achar o ponto certo, mas o resultado ficou incrível. Não deixe de me contar se você se aventurar, OK? ;o)

Beijinhos, queridas!

Yara disse...

Fiz os pãezinhos :o) Ficaram DELICIOSOS, dividi a receita em quatro pães, já comemos um inteiro no café da manhã e trouxe dois aqui pro trabalho, pro pessoal experimentar. Hoje todo mundo vai trabalhar feliz! Obrigada por tornar nossa cozinha mais cheirosa, nossas vidas mais alegres e nossa pança mais redondinha, hehehe! Beijos procê, viu?

Cinara disse...

Yara, que bom que seus pães deram certo, amiga!!! Infelizmente, eu não tenho o hábito de cozinhar coisas light... Mas que culpa eu tenho se tudo que é gostoso engorda??? :oP
Beijos, querida!

Anônimo disse...

Nossa!!! Você é simplesmente fabulosa! Eu adoro esse pão, mas não sabia como fazer! Muito obrigada... Você tem a receita daquele molho branco (rench) que serve junto com a batata-frita do outback tb? Ficaria MUITO feliz...hehehe

Beijocas!! Rachel

Cinara disse...

Obrigada, Rachel! Este pão é mesmo maravilhoso... ;o) Eu não tenho a receita do molho Ranch, e acho que nunca procurei porque ele está à venda como molho de salada nos supermercados. Você já provou? É muito diferente daquele do Outback? Com certeza devemos achar a receita na internet... Se precisar de ajuda, é só pedir! ;o) Beijos e bom final de semana!

Erica disse...

bom dia!!
Estava igual a uma louca atras desta receita..., só tô com um pouco de medo de não dar certo.., serío mesmo que essa receita é tudo de bom!?! porque na foto da até agua na boca...
Outra duvida que tenho o melado e farinha de centeio encontro facilmente nos supermercados?
Muito obrigada e fico anciosamente no aguardo.

Abraços, Erica
eriquinhalm@gmail.com

Cinara disse...

Erica, esta receita é das boas mesmo! Ainda mais se você tiver a máquina de pão, que vai resultar em uma massa perfeita...
Quanto ao melado e à farinha de centeio, você encontra em supermercados e em lojas de produtos naturais! Aqui em Campinas eu vi melado no Pão de Açúcar e no Carrefour, e a farinha de centeio fica junto dos produtos naturais e dietéticos no supermercado!
Depois me conte como ficou, OK?
Beijos!

Carol disse...

Cinara, descobri teu site procurando receitas de "Aussie Bread". Fiquei louca pra experimentar logo.
Amei o blog. Estás de parabéns. É difícil achar sites bons assim, interativos e úteis.
Beijinhos :D

Cinara disse...

Oi, Carol! Adorei a sua visita e seus elogios... Meu objetivo neste blog é realmente publicar receitas que as pessoas possam repetir em casa, por isso tenho explicar tudo nos mínimos detalhes. E nessa troca de receitas e informações, eu também aprendo pra caramba! ;o) Se precisar, estou às ordens, viu?
Beijinhos!

Maluca disse...

O que seria 11/4 de xicara? sou idiota em medidas!

Cinara disse...

Oi, Maluca! A medida de 1 xícara + 1/4 de xícara é equivalente a cerca de 200g de farinha de trigo. Nesta receita, eu uso como medida uma jarra medidora cuja xícara equivale a 240ml, que é a medida padrão americana. No Brasil, muitas medidas em xícara levam em conta uma xícara de 200ml, o que pode dar uma boa diferença.
Espero ter ajudado!

Giliane disse...

Olá Cinara...
é a primeira vez que posto aqui!!!
Seu blog é muito legal.. adorei as receitas...Porém ja fiz o pão australiano duas vezes e não deu certo, ele nao cresceu de jeito nehum. Como não tenho a maquina, faço na mão mesmo, vc tem alguma dica pra me dar? Quero tentar mais uma vez antes de desistir de vez!!!
Obrigada...

OgRo disse...

pqp, eu to batendo cabeça faz 2 semanas com uma "cópia" dessa receita onde falta a farinha de trigo integral!

salkdjla

acabei de fazer outra fornada frustrada e vim ver se eu achava outra receita... achei a original!

amanhã vou comprar farinha e tentar outra vez. Estou batendo cabeça assim pq quero agradar minha mulher. :D

obs.: pelo que os atendentes falam no Outback, o pão tem mel. Tentarei usando mel no lugar do melado - pode ser o dobro do preço, mas também é muito mais gostoso.


e, ah! Já consegui chegar e sentar logo de cara no outback do shopping bourbon! hehe :D

foi num sábado as 15h30, 16h. :)

Cinara disse...

Giliane, preciso pedir um milhão de desculpas para você por não ter respondido ao seu comentário antes! Eu não sei o que aconteceu, mas não me lembro de ter recebido a notificação por email, como acontece sempre... Geralmente eu não demoro mais que três dias para responder, e o seu está sem resposta há mais de um mês e meio!!! Por favor, me desculpe. E caso você não tenha desistido de receber uma resposta minha, me mande um email que vou tentar me retratar! Bjs!

Ogro, espero que você goste da receita! Depois me conte como ficou a sua versão com mel, OK? ;o) Aqui em Campinas eu não sei o que é chegar e sentar no Outback desde que o restaurante foi inaugurado aqui! Já tentamos ir "almoçar" lá às 17h de um domingo e tinha fila, você acredita? Também, um único Outback é pouco para uma cidade do tamanho de Campinas...

A chef disse...

coloquei tua receita com creditos em meu blog.... valeu! participe do mesmo sempre que puder, vamos trocar ideias e receitas? abrçaos!!!

Cinara disse...

Oi, Debora! Fico feliz que você tenha gostado da receita! Vou visitar seu blog com certeza, mas já peço desculpas antecipadamente se eu não conseguir visitá-la com freqüência, pois o trabalho anda me consumindo! E obrigada pela visita!
Beijos e boa semana!

kyara disse...

buááááá´
Meu pão ficou duro...
Vai demorar pra chegar aos pés do out back...
Da inveja dos seus tão lindos...
Bju

Cinara disse...

Por que será que seus pães ficaram duros, Kyara?? Você conferiu a validade do fermento? O forno está bem regulado? Não desanime, não, porque estão pão é bem complicadinho mesmo...
Beijinhos!

Kyara disse...

Oie Cinara!!!
Não sei pq ficara duro, tava tudo certinho... eu fiz na maquina de pão, e pra virar a bola homogenea que tem ue ser fui acrescentando farinha de centeio e trigo, pode ser que tenha sido isso...
Minha familia tá doida esperando o pão dar certo.
PARABÉNS PELO BLOG ELE É UMA DELICIA...
bJK E OBRIGADA PELA ATENÇÃO

Cinara disse...

Kyara, acho que foi isso! Este pão não vira uma bola homogênea! Ele fica bem mole, mesmo na máquina. Você pode até acrescentar mais um pouco de farinha na máquina, mas é só depois de tirar a massa de lá é que ela vai atingir o ponto certo... Que também é mole! Por isso eu asso nas fôrmas, porque ele fica bem difícil de moldar. Espero que na próxima vez dê certo! ;o)
Beijos!

André disse...

Fiz 2 vezes esta receita tudo certinho, fermento na validade, porém os pães não cresceram e ficaram duros!! Mas a massa ficou muito mole, ainda eu coloquei mais farinha pra soltar das mãos...será que foi isso??

André disse...

No outback eles falam que o pão é feito de açúcar mascavo e mel!! Na sua receita não leva mel!! Não fica diferente o sabor!! Em outro site vi uma pessoa dizendo que no lugar de melado, eles usam mel tipo Karo para ficar igual ao de lá!! O que vc acha??

Cinara disse...

Oi, André! Este pão é complicado mesmo, viu? Muita gente me escreve dizendo que o pão ficou duro, e eu só posso concluir que colocaram farinha demais... Para ele ficar fofinho, a massa deve ficar bem mole. Por isso ajuda se você assar os pães nas fôrmas!
Quanto ao mel: esta receita é uma combinação de várias receitas americanas que dizem ser "clones" da receita do pão do Outback, e nenhuma delas levava mel. Todas levavam melado. Particularmente, eu acho que o melado tem um sabor mais marcante. Com o mel tenho a impressão que ficaria um pouco sem graça... Mas nada impede que você experimente! E depois me conte, é claro! ;o)

monnia disse...

Oi, Cinara!
Tenho frequentado o seu blog há algum tempinho, e me divirto com as receitas!
Quero fazer este pão do outback (já tentei duas outras receitas, que na verdade não deram certo), mas observei que ele é para máquina de pão. É possível que dê certo em forno comum?
Beijo!

Cinara disse...

Mô, como você deve lido aqui em cima, este pão é um bocado complicado de fazer, pois a massa é bem molinha. Mas tem gente que já fez este pão "na mão" e deu certo! Clique aqui para ver a versão da Letrícia, do blog "No Calor do Fogão". Os pãezinhos dela ficaram perfeitos! ;o)
Beijos!

Aninha disse...

OLA cINARA TUDO BEM?
ENTAO FIZ O PAO SEGUI SUAS INSTRUÇOES MAIS O MEU NAO DEU CEERTO
FIZ TODO O CICLO NA MAQ ATE ASSAR !!
E FICOU MUITO DOCE POR CAUSA DO MELADO, E EMBATUMADO
SERA PQ EU FIZ NA MAQ TUDO??
E TBM NAO BOTEI O GLUTEM NEM SEI ONDE ACHO ISSO AQUI EM CTBA !
SOCORRO!!!
OBRIGADA BEIJOS
ANA

Aninha disse...

HA EU JA IA ESQUECENDO, o meu tbm ficou muito molllleee a massa bem liquida !!
ai me ajude !!
beijos

Anônimo disse...

Cinara

Parabéns; hoje me perguntaram se eu tinha uma receita de pão preto. Fui no google e cheguei neste seu blog. Nossa quanta receita boa. Hoje mesmo vou comprar os ingredientes deste pão.Minha máquina de pão só tem uma semana. Tudo que voce tiver de receitas pra ela me ajudarão muito. Abraços Lacyr

Cinara disse...

Aninha, como eu disse aqui em cima, este pão é complicado mesmo. Mas não deu errado porque você não usou o glúten. Pelo que você descreveu, ficou faltando farinha! A Cláudia, do blog Doces Encontros, fez esse pão inteirinho na máquina e ficou perfeito. Clique aqui para ver a receita dela!
Além disso, eu sempre aconselho as pessoas a fazerem várias receitas do manual que vem junto com a máquina, para saber qual deve ser a textura da massa nas várias etapas dos ciclos. Assim fica mais fácil você adaptar novas receitas para a sua máquina, entende? Espero que na próxima vez dê certo... ;o)

Lacyr, obrigada pela visita e pelos elogios! Como escrevi para a Aninha, não deixe de fazer algumas receitas do manual antes de experimentar receitas novas! Assim você aumentará as chances de acertar sempre e fazer pães maravilhosos! ;o)

Beijos e feliz 2009 para vocês!

Fábio disse...

meu pao ficou mt macio cresceu bem mas perdeu volume no forno usei um pacote de fermento 10g

Myla disse...

tão com uma cara super apetitosa!
Já imprimi a receita e espero fazê-la em breve!!!

Aquela manteiga do outback dá pra fazer tb como se fosse faze rum chantilly, se pasar do ponto, vira aquela manteiga super leve!!

Daniel disse...

Tudo pronto, na expectativa...
Vai ser no braço, porque máquina de pão tira toda a graça de fazer o pão!
O bom é meter a mão na massa, literalmente, e sair um resultado como em todos os posts anteriores. Se tudo der certo já vi:meu sossego acaba e eu viro nome de rua aqui no bairro... rsrsrs

Show de blog!

Bjk

Juliana disse...

Cinara, tudo bem? Acompanho, de longe, seu blog, há um bom tempo e confesso que fiquei triste ( é muito interessante essa relação virtual) com a sua saída da blogosfera. Ainda bem que voltaste. Já fiz várias receitas suas, indico seu blog para minhas amigas. Tenho duas perguntas para te fazer: 1) Como poderia dar o sabor/aroma do mel ao pão do outback? 2) Alguma das suas receitas de cookies fica parecida com a do subway?(conheces os cookies de lá?) Beijos e obrigada pelo espaço!

Cinara disse...

Fábio, você usou mais do que o dobro de fermento que a receita pede! Por isso ele cresceu e depois murchou. Tente usar apenas 1 1/2 colher (chá) de fermento e depois me conte!

Myla, espero que você goste da receita! E você tem razão: aquela manteiga parece um chantilly de tão leve... e saborosa! ;o)

Daniel, e aí, já batizaram alguma rua com o seu nome? Espero que sim! :o)

Juliana, é muito bom saber que sentiram a minha falta, e agora só me resta pedir desculpas pela ausência tão longa! Não pretendo sumir mais, OK? Vamos às suas dúvidas: o melado é que dá o sabor de mel a este pão. Se você colocar o próprio mel, ele tem um sabor muito mais suave que o melado, e não vai se sobressair. Além disso, pode modificar a textura final do pão, pois o melado é mais espesso. Quanto aos cookies, eu conheço os do Subway sim, e acho que são gostosos. A questão é que eu prefiro cookies gordinhos e macios, e os cookies do Subway são mais fininhos, "espalhados", embora também sejam macios. Então eu não tenho nenhuma receita que fique parecida! Mas tenho certeza de que você vai encontrar receitas daquele tipo em outros blogs, principalmente americanos. Se precisar de alguma ajuda, é só escrever!

Beijos e bom final de semana para vocês!

Luciana disse...

Oi!! Quero saber se esta receita realmante fica com o sabor do pão do outback, pois já fiz uma receita como a sua uma vez, e não ficou nenhum pouco parecido, pois a farinha de centeio e a farinha de trigo integral, deixaram um gosto de pão integral mesmo, tipo aqueles pães de forma integral, que odiei pois odeio pão integral. E também já peguntei no outback e me disseram que na receita ia mel e canela... apesar de o pão não ser feito nas lojas e sim distribuído por uma pessoa de fora... aguardo sua resposta, obrigada e abraços.

Cinara disse...

Olá, Luciana! Eu acho que este pão fica com o sabor bem parecido com o do Outback, sim. É claro que existem várias receitas diferentes, e eu mesma já testei várias, então o jeito é ir testando até descobrir a que mais te agrada! Em último caso, você pode comprar o pão australiano do supermercado Pão de Açúcar, que é uma delícia também... ;o)
Beijos!

VerinhaZ disse...

Olá...Estava procurando a receita do pão do Outback, e encontrei bem aqui. É minha primeira vez no blog, adorei. Voltarei sempre.
Bjs...

Cinara disse...

Oi, Verinha! Muito obrigada pela visita e pelo comentário! Volte mesmo, viu? ;o)
Beijos!

cristiane disse...

olá gostaria de saber se tem como fazer na mão pois não tenho a máquima de pão,]abraços cristiane

Anônimo disse...

olá gostaria de sbaer se tem como fazer a receita a mão pois não possuo a máquima de pão.abraços cristiane

Cinara disse...

Cristiane, até hoje eu só fiz este pão na máquina, mas sei que a Nina, do blog Gourmandise, fez esta receita à mão e ficou ótimo! Clique aqui para ver a receita dela. E depois me conte se você fizer, OK? ;o)
Beijos!

Saint Glin Glin disse...

Cinara,

Pra que serve o glúten na massa?

Fiz sua receita na mão, sem o gluten e ficou boa (Ficou crocante por fora e macia por dentro, só q acho q poderia ter fcado um pouco mais macia se eu sovasse um pouco mais...Sabe como é, né? Cozinheiro de 1ª viagem....)

Cinara disse...

Olá! Teoricamente, o glúten adicionado às receitas de pão tornariam o pão mais macio, mas como você, eu também já fiz este pão várias vezes, com e sem glúten, e não vi diferença alguma no resultado final! E para deixar o pão macio, tanto a sova quanto o descanso são importantes: talvez você tenha sovado por tempo suficiente, mas tenha deixado a massa descansar por menos tempo que o necessário... Na minha resposta ao comentário anterior ao seu há um link para o blog da Nina, que fez esta receita à mão, caso você queira dar uma olhada. E não desista, porque a prática sempre leva à perfeição! ;o)

Bell disse...

Cinara, vi que você fez o pão com água morna...te proponho a faze-lo com água gelada ou gelo.
A água morna além de alterar os processos de descanço e crescimento do pão dificulta sua modelagem. Ainda mais quando este é feito em máquina...devido ao atrito a massa já sai quente...por isso a substituição da água morna pelo gelo!

Espero ter contribuido um poco!

Bjs e muuuito obrigada por essa receita maraaaa! =D

Cinara disse...

Oi, Bell! Muito obrigada pela dica, as contribuições dos leitores são sempre valiosas para melhorar as receitas! Só achei curioso porque todas as receitas do manual da minha máquina de pão pedem água morna e todas elas saem perfeitas... De qualquer forma, a dica está anotada! ;o)
Beijos!

Nadia disse...

Olá, Cinara!
Sempre tô por aqui pesquisando suas receitas, mas só agora te escrevo. Acontece que depois de muito namoro, resolvi comprar uma máquina de pão (pesquisei e optei pela da Britânia). Mas minha intenção é só sovar a massa na máquina, o que torna a vida muito mais fácil... Mas tenho uma dúvida: quando utilizamos o ciclo "Massa" para bater, demora mesmo 1 hora e meia, pois sova e espera crescer. É isso mesmo? Ou pode-se abreviar esse tempo? No manual da máquina eles não explicam muito bem isso...
Muito obrigada!!!
(tô seguindo seu conselho, fazer as receitas do manual primeiro. Assim que "pular de fase" já escolhi: vou fazer essa sua receita!)

Muito obrigada!

Nadia

Cinara disse...

Oi, Nadia! O ciclo "Massa" demora esse tempo mesmo. Ele pode até variar de uma máquina para outra, mas em média é de 1 hora e 30 minutos mesmo. Não dá para abreviar o tempo, e dependendo do pão, pode ser até pouco! Já fiz alguns pães integrais que não ficaram bons nesse ciclo porque não foram sovados (e nem descansaram) o suficiente... Mas toda receita indicada para o ciclo "Massa" deve ficar perfeita, não se preocupe. E divirta-se com o seu "brinquedo" novo, tenho certeza de que você vai adorar! ;o)
Beijos e bom domingo!

Anônimo disse...

Oi Cinara ! Descobri seu blog por acaso e me apaixonei ! Agora sou fa~ numero 1 ! Mas ontem fui experimentar fazer a receita do pao australiano (sem maquina) e nao deu certo. So rendeu um pao e ele ficou embantumado, nao cresceu nada. Achei que era pouca a quantidade de fermento da receita, mas pelo visto nao e´... Sera´ que foi a ordem dos ingredientes? Eu dissolvi o fermento na agua morna pra juntar aos ingredientes secos. Mas sovei bem e deixei descansar tempo suficiente. Voce tem ideia do que pode ter acontecido? Pelo que li das outras postagens, outras pessoas tambem passaram pelo mesmo problema... Agora to louca pra tentar de novo, mas primeiro vou ter que comer esse que deu errado... hahahaha... anyway, parabens pelo blog, eu tanto quanto voce adoro as american comidinhas. Bjao ! Claudia

Cinara disse...

Oi, Claudia! Como eu nunca fiz este pão "à mão", acho que não consigo avaliar com precisão o que pode ter dado errado... Só sei que este pão é bem complicado, e é normal as pessoas não acertarem na primeira vez, ainda mais fazendo sem a máquina. Mas aqui em cima, na resposta que eu dei à Cristiane, tem um link que talvez te ajude: a Letrícia fez este pão à mão e dá todas as dicas! ;o)
Beijos e obrigada pelo carinho!

carladuc disse...

Cinara,

Estou louca para tentar fazer esse pão. Sempre gostei muito do pão servido no Outback.

Agora tenho que ir a busca de melado e ver se encontro por aqui.

Obrigada pela receita!

Abraço,

Lady C. disse...

Oi Cinara!
Comprei tudo para o pão esse fim de semana... a massa ficou linda e perfumosa, nem me preocupei quando vi que depois de deixar descansando os pãezinhos não haviam crescido muito... até porque sabia que na hora que eles fossem pro forno eles cresceriam lindos e formosos. Ledo engano! Eles cresceram só um poquinho e a massa ficou toda encruada! Ah, joguei duas receitas de pão fora... na verdade, minha mãe levou pros cachorros, que ficaram um tanto felizinhos com os pães encruados...
Minha mãe diz que é o fermento seco, será que se eu trocar pelo fresco a coisa vai? Hahaha.

Ps: Não tenho máquina de pão, fiz no muque...

Cinara disse...

Carla, depois me conte se você fizer o pão, OK? Boa sorte com o melado! ;o)

Lady C., infelizmente, muita gente que tenta fazer este pão "no muque" me escreve dizendo que não deu certo... Acho que ele precisa ser bem sovado por causa das farinhas integral e de centeio! Não acho que o problema seja o fermento, contanto que ele esteja dentro da validade. Eu nunca usei o fermento fresco! Dá uma olhadinha no blog da Letrícia: ela fez este pão à mão e ficou ótimo! Clique aqui para acessar a receita dela. E não desista, porque este pão vale a pena!! ;o)

Beijos, meninas!

Nadia disse...

Olá!!!
Estou aqui para agradecer a receita! Já fiz o pão 3 vezes e digo: é sucesso total! As pessoas que conhecem o pão do Outback dizem que é até mais macio...
Os pães integrais realmente não costumam ter um "espetáculo de crescimento", mesmo. O que vale é o sabor! Ah, sim, não encontrei o glútem, mas acho que não faz diferença.
Valeu Cinara!!!

Cinara disse...

Nádia, você não imagina como fico feliz em saber que você conseguiu fazer o pão! Eu recebo emails e comentários de muita gente que não consegue fazer este pão de jeito nenhum, e fico chateada quando não consigo resolver o problema... Por isso agradeço você ter vindo me contar que os seus fizeram sucesso! :o)
Beijos e bom final de semana!

Carmem Lucia Calvo disse...

Oi Cinara!
Esse pão é mesmo uma delícia, só que como não tenho máquina de pão, fiz na batedeira planetária com batedor de gancho e ficou ótimo!
E coloquei sua receita no meu blog, OK?
Bjs

Cinara disse...

Oba!!!! Que alegria saber que você conseguiu fazer o pão também! Vou conferir seu blog agora mesmo, e também indicar a sua versão feita na batedeira, pois muita gente me pergunta como fazer sem a máquina de pão! ;o)
Beijos!

JJ disse...

Bom dia Cinara, tentei fazer esse pão 2x, mas não cresceu e ficou muito pesado :-( não tenho máquina de fazer pão nem batedeira planetária, tentei usar uma batedeira normal e um processador e ficou muito dura a massa :-( Será que estou errando na quantidade ou na escolha de algum produto? Muito obrigado!!!

Cinara disse...

JJ, não sei se você teve a paciência de ler alguns dos comentários acima, mas a sua reclamação é muito comum. Este pão é bem complicado mesmo, acredito que pela mistura de farinhas. Mas como você estiver medindo direitinho os ingredientes, o problema pode ser o modo de sovar ou o tempo de descanso. Caso você ainda não tenha visto, dê uma olhada na versão da Letrícia. Como eu disse, a massa fica bem mole: não tente acrescentar muita farinha a mais, senão o pão vai ficar duro mesmo!
Boa sorte! ;o)

Stefânia Barreto disse...

Oi Cinara! Acabei de fazer os pãezinhos. Ficaram deliciosos e super fofos! Fiz pequenas adaptações, inclui um pouco de mel, cacau em pó e aumentei a farinha de trigo pois não usei glúten. Ficou tudo de bom! Agora quero repetir a dose e presentear pessoas queridas com o pãozinho. Muito obrigada por compartilhar seus conhecimentos, hoje foi um dia mais que feliz!
Beijos!
Stefânia
www.comumapitadadeacucar.blogspot.com

Cinara disse...

É tão gostoso quando a gente acerta uma receita que quer muito fazer, não é, Stefânia? E este pão já deixou tanta gente frustrada que é sempre uma alegria saber quando alguém consegue um bom resultado! Vou conferir seu pão australiano agora mesmo! ;o)
Beijos!

Hugo Sacramento disse...

Oi Cinara, fiquei super animado mas o meu não deu certo, não ficou fofo, talvez eu tenha errado no fermento, usei aquela tabela de conversão q vc deu pq meu fermento é em tablete. Usei 3 tabletes. Tbm não tenho máquina, comecei misturando na mão só q ficou super grudento, tive q lavar a mão pra tirar o grude e jogar mais trigo. O gosto ficou esquisito, naõ ficou nem de longe com o gosto do pão, ficou meio amargo... onde será q eu errei? Minha farinha de centeio é integral da marca Vitao. É isso mesmo?

Cinara disse...

Olá, Hugo! Eu não sei por que seu pão ficou com o gosto amargo. A princípio pensei que poderia ser excesso de fermento, mas como não sei trabalhar com fermento fresco, não posso afirmar se foi muito. A massa é grudenta mesmo, como já expliquei, mas é justamente por isso que o pão fica fofo! Se colocar muita farinha, ele fica duro. A marca da farinha que vc usou é ótima, já comprei vários produtos da Vitao. E a sua farinha integral? Estava dentro da validade? Caso vc não tenha visto, aqui em cima tem um link para a receita da Letrícia, que também fez o pão à mão e deu certo. Boa sorte na próxima tentativa!

Maurício disse...

Faço esta receita à anos e é muito boa! Amo Pães e minha Máquina de Pão, tenho até um blog somente sobre eles, visite Cinara!

Big Boss disse...

Ollá Cinara,
Acompanho seu blog a algumas semanas, e você está de parabéns!
Recentemente me deu uma vontade louca de tentar fazer essa receita do pão do outback, tentei a primeira vez (sem sucesso) fazer a massa a mão, mas acabei usando fermento químico e a massa não cresceu, tentei uma segunda vez antes de perceber que estava usando o fermento errado.
No outro dia resolvi comprar uma panificadora, acabei comprando uma da Britanica MultiPane, ela me facilitou e muito o trabalho de bater a massa, mas na primeira tentativa as coisas não deram muito certo, acabei colocando o fermento junto dos outros ingredientes e demorei a ligar a máquina para bater a massa, por fim a massa não cresceu novamente, dessa vez utilizei o fermento biológico, depois de assado o pão ficou totalmente solado.
Hoje resolvi refazer a receita, medi todos os ingredientes certinho, coloquei todos na ordem correta, coloquei o fermento so ná hora de bater a massa, e resolvi não assar a massa na panificadora, untei uma forma de pão com manteiga, e polvilhei com fubá, depois da batida e descansada, coloquei para assar, mas novamente algo saiu errado, o pão cresceu, mas a casca ficou dura, e o fundo também, e o meio meio molhado.
O que será que fiz errado dessa vez? Sei que estou chegando quase que no ponto certo, mas preciso das dicas de quem entende do assunto, eu sou um simples curioso na cozinha eheheheh

Cinara disse...

Adoro receitas para máquina de pão, Maurício! Vou visitar seu blog com certeza!

Big Boss, fico feliz em saber que você gosta do Cinara's Place! Bem, como você já deve ter percebido pelos comentários aqui em cima, este pão realmente não é dos mais fáceis. Não sei se entendi bem, mas vc não está colocando o fermento seco junto com os outros ingredientes, na ordem que aparece na lista? E você não está sovando mais a massa depois que a tira da máquina, está? Se quiser me passar mais detalhes por email, talvez eu consiga te ajudar mais!

Bom final de semana!

Isa_Bela disse...

Ola Cinara!Primeiramente obrigada pela receita, eu amoooo o pao do outback!rsrs Gostaria de saber se voce pode me ajudar, tentei fazer esta receita, mas o pao nao cresceu, ficou bem doce e embatumou..Eu segui direitinho sua receita, esta tudo dentro do prazo de validade..Assei no forno e bati na maquina de pao...Sera que foi o tempo?O ciclo de massa na minha maquina é de aproximadamente 1 hora e meia, sera que é pouco?Eu nao usei gluten,mas voce disse que nao faz diferença..E tbm nao me importei com a consistencia mais liquida que a de pao "normal"..Pode ter certeza que nao me darei por vencida!rsrs Tentarei mais vezes esta receita, so queria saber se voce poderia ter alguma dica do que poderia ter saido errado... Obrigada!

Cinara disse...

Oi, Isa Bela! Como você deve ter percebido pelos comentários, este pão é bem complicadinho de fazer... O ciclo de massa da minha máquina é de 1h20, ou seja, praticamente igual ao seu. E se você seguiu à receita à risca, só posso desconfiar que a culpa seja do forno. Se ele estiver desregulado, o pão não assa direito mesmo. Você consegue fazer outras receitas (como bolos, biscoitos, etc) no seu forno sem problemas? Para o pão não crescer, o forno pode não estar esquentando o suficiente. Se o pão crescesse e depois murchasse, seria forno quente demais.
Espero ter ajudado!
Beijos!

Dai disse...

Oi, Cinara. Obrigada pela receita. O pão é realmente maravilhoso. Tive dificuldades nas primeiras tentativas, pq tentava dar o ponto de enrolar a massa, e acabava colocando farinha demais, o pão ficava duro. Na última tentativa, coloquei as medidas exatas, a massa ficou molenga mesmo, passei um pouco de manteiga nas mãos e consegui modelar os pães. A consistência ficou ótima depois de assado! Incluí tb meia colher de canela e substituí metade do melado por mel. Ficou delicioso!!! Abraço.

Cinara disse...

Adorei saber que você conseguiu fazer o pão, Dai! Como você pôde comprovar, ele não é dos mais fáceis de fazer... A adição de canela deve ter ficado especial!
Abraços e bom final de semana!

Confecções Paier disse...

Boa Tarde!
Cinara, uma perguntinha ref. a receita do pão Outback, sem o gluten faz muita diferença?
Juliana Fraga

Confecções Paier disse...

Oi Cinara!
Em primeiro lugar adorei seu blog, fiz ontem o pão, ficou bem fofinho mas não achei muito doce como imaginava, da próxima vez vou colocar mel para ver como fica.
Obrigada
OBS. não coloquei o gluten.

Anônimo disse...

Olá Cinara,

Sempre visito seu blog, mas nunca postei um coment.
Tenho a panificadora e fiz este pão três vezes. Acho que deu certo, pois minha irmã já esteve no Outback e comeu esse pão. Ela disse que estava igualzinho (o sabor).
Como estava muito complicado de modelar, resolvi pegar uma colher de sopa, jogar no fubá e colocar em ramequins pequenos untados com manteiga. O formato ficou ótimo, parecendo mini broinhas.
Agora, queria uma opinião sua. Como ele é adocicado, o que vc acha se eu cortar em fatias essas broinhas e colocar em cima fatias de vitelo tonato, ou seja, contrastar o sabor adocicado com as alcaparras, atum e o vitelo?
Estou com vontade de fazer isso numa festa de casamento que tenho agora dia 14/08/2010. Fazer algo diferente de todas as festas.
O que vc acha?
Desde já muito grata.

Tacy - rj

Cinara disse...

Confecções Paier, desculpe a demora para responder, ainda bem que você testou sem esperar minha resposta! No item 4 da receita você vai ver que eu escrevi que também não usei glúten, e não vi diferença. Depois me conte como ficou usando mel, OK? ;o)

Tacy, acabei de aprender mais uma com você: eu nunca tinha ouvido falar de vitello tonnato!! Pelas receitas que encontrei, deve ser uma delícia!! A sua ideia de usar este pão como base é magnífica, acho que vai ficar muito saboroso. Mas se você quiser algo mais fácil e rápido de fazer, pode tentar o Pumpernickel Bread, que pode ser assado na máquina e depois é só vc cortar em quadradinhos ou círculos para servir. Acabo de ver que o casamento que vc tem é amanhã, e peço desculpas por ter demorado para responder... Se vc fizer em outra ocasião, me diga o que achou!

Beijos e bom final de semana, meninas!

Anônimo disse...

Oi Cinara,

Vc. não acredita, mas foi um avanço geral, ficou maravilhoso.
A mistura dos sabores do pão e do atum, com anchovas e alcaparras.
Hum...indescritivel.
Vou fazer essa receita que vc me passou, tenho q fazer uma festa dia 04/09 e já é uma dica. Vou fazer hj e congelar, espero que dê certo.
Tenho tantas idéias na minha cabeça...mas, não consigo organizá-las, por pura falta de tempo.
Adorei falar com vc.
Tenho uma casa de festas e durante a semana trabalho com refeição comercial, daí a falta de tempo.
Se vc. quiser olhar fotos da casa entra no meu site, quem sabe vc. não me dá umas idéias?
Não tem www.
É só casadomario.vila.bol.com.br
Bjus!!!!
Tacy

Cinara disse...

Que bom que vc gostou, Tacy! E eu entendo a sua falta de tempo para organizar as idéias: eu sofro desse mesmo mal! Vou dar uma olhada no seu site em breve, OK?
Beijos e sucesso para você!

Tatiana disse...

Cinara, eu confiei muito na sua receita, por você já tê-la testado e revisado várias vezes. Foi o maior sucesso. Todo mundo que provou ficou doido! Valeu demais!
A única coisa que ainda não acertei foi moldar os pães, mas vou seguir seu exemplo e assar em formas. Assim eles vão ficar mais uniformes.
Obrigada por compartilhar!

Cinara disse...

Tatiana, eu sempre uso as formas, porque a massa deste pão é muito mole mesmo... Mas o resultado vale a pena, né? Adorei saber que você gostou! ;o)
Beijos!

Deveria estar estudando disse...

Finalmente! fiz, ficou perfeito. Fica mole mesmo a massa. Mas o pão cresce e fica fofinho.
Amei!!! Postei o link da receita no twitter.
bjks.
Mel

Cinara disse...

Que bacana, Mel!! Adoro saber quando fazem este pão e dá certo, porque ele é bem complicadinho... Obrigada pelo link no Twitter! ;o)
Beijos e uma ótima semana para você!

Camila Oliveira disse...

Cinara,
Seu blog é ótimo, parabéns. Fiz hoje o pão na Kitchen Aid e ficou magnífico. Além de bater na batedeira, troquei o melado por maple syrup pois moro na Suíça e não achei. Mas ficou idêntico ao do restaurante, macio, com casca crocante e gosto maravilhoso.
Muito obrigada!

Cinara disse...

Que alegria saber que seu pão deu certo, Camila!!!! Não sei se você leu os comentários, mas muita gente tem dificuldades em fazê-lo, pois ele é realmente complicadinho. Vou provar com maple syrup também, deve ficar delicioso! ;o)
Beijos e feliz 2011!

Amanda Carbone disse...

Olá Cinara! voce ainda esta morando nos USA?? conheci seu blog a uns 3 anos e amo esse pão mas infelizmente sem a maquina nao ficou perfeito mas o sabor ficou bom. Mas a pergunta que quero te fazer é se ja tentou fazer a Manteiga cremosa e leve de lá. Obrigada e parabens...

Cinara disse...

Oi, Amanda! Eu não moro nos EUA, não! Moro em Campinas, SP, Brasil. Morei nos EUA há muitos anos. Sobre a sua dúvida, você quer saber como fazer a manteiga cremosa do Outback, é isso? Aqui mesmo nesta receita, no item 5 das "Observações", eu explico como faz!
Beijos e bom final de semana!

Mary Lou disse...

Oi Cinara, amei seu blog!!!!! Tambem morei nos EUA bastante tempo e adoro todas estas receitas. Já tentei fazer ao pão duas vezes e não ficou muito bom. O primeiro ficou pesado, duro e encruado. O segundo ficou um pouco melhor mais ainda não ficou fofinho como pão...um pouco encruado, onde será que errei? Não tenho a máquina. Sempre faço vários tipos de pães e quase sempre ficam ótimos! Um abraço, Lourdes

Cinara disse...

Mary Lou, como esta receita é específica para a máquina, eu não saberia dizer o que saiu errado quando vc a fez à mão... Talvez tenha adicionado farinha demais, pois a massa é bem mole mesmo. Acesse a receita de Aussie Bread da Letrícia: ela fez a minha receita à mão e deu certo!
Beijos!

Mary Lou disse...

Oi Cinara, muito obrigada, vou tentar e depois te falo.
bjs

Rafael disse...

Oi Cinara! Estou com um probleminha nas medidas. Essas medidas podem ser feitas com os medidores de "cup" e "spoon" ou tem q ser xicara mesmo?
Abraço

Cinara disse...

Rafael, eu uso uma caneca medidora com as medidas americanas. No caso da xícara, a capacidade é de 240ml. Então vc tem que usar um cup, copo medidor ou xícara com essa capacidade.
Era isso que vc queria saber?
Abs!

Rafael disse...

Era exatamente isso! :)
Valeu

Isis disse...

Olá Cinara...
Novamente na tentativa.
O glutén é realmente necessário, o que eu poderia usar para substituí-lo. Não consigo encontrar...
Beijos

Cinara disse...

Isis, você pode omitir o glúten sem problemas. Ele não tem substituto, mas também não faz falta!
Beijos!

Isis Pontes disse...

Oi Cinara... Finalmente consegui!
Ficou fantástico! A foto ainda vou postar...mas já lancei lá no meu blog http://movimentoserfeliz.blogspot.com/2011/09/pao-australiano.html
Continue sempre postando essas delícias... beijos

Cinara disse...

Que bom que deu certo, Isis! Depois quero ver as fotos, OK? ;o)
Beijos!

Nutrição com Sabor disse...

Oi Cinara! Eu fiquei um tempão lendo e relendo os comentários de todo mundo mais seu post. Vc é muito educada! Muitas pessoas fazem a mesma pergunta várias vezes e vc sempre responde com toda gentileza... Louvável! Enfim, fiquei com um pouco de receio de testar depois de tantos comentários negativos, mas tinha um melado que ia vencer no final do mês e não tinha pão para comer de manhã, resolvi fazê-lo. Não sei como conseguiram deixar o pão duro... O meu ficou beeem macio. E olha que dei a bobeira de usar fermento seco instantaneo... Ele só murchou, mas ficou delicioso e fofinho. ADOREI... Fiz todo na máquina tb e adicionei só 1/2 farinha de centeio a mais tb... Parabéns pelas receitas maravilhosas e pela pessoa tão gentil e atenciosa que vc é! Vou postar o meu pão para vc ver depois! Bjos!
Nat

Cinara disse...

Oi, Nat! Muito obrigada pelos elogios... Realmente, a maioria das pessoas tem dificuldades com este pão. Adorei saber que vc gostou do resultado do seu, mesmo que tenha murchado um pouco! Me avise quando publicar que eu quero ver, OK?
Beijos!

Nutrição com Sabor disse...

Cinara, postei a foto com o pão meio errado mesmo...risos! Mas adorei o resultado mesmo assim,com certeza farei de novo!

Cinara disse...

Não desista, Nat! A prática leva à perfeição! Vi o seu pão e achei lindo, viu? Só não consegui comentar no seu blog... Vc desativou os comentários?
Beijos e boa semana!

Anônimo disse...

Mto obrigado pela receita e parabéns pelo sucesso q ela está fazendo entre os internautas. As comidas do outback são mto boas e é relativamente fácil encontrar as receitas, trabalhosas, claro, porém inesquecíveis, já tive a oportunidade de comer/ajudar a fazer a costela, a cebola empanada, o molho da cebola, o barbecue caseiro, além de um outro molho agridoce excelente q não tem no outback, na próxima vez com certeza esse pão estará na mesa e será mais completo ainda. Obrigado e boa sorte!

obs: tenho a impressão q algo apimentado cairia mto bem com o pnao, ainda não descobri oq. ;)

Anônimo disse...

Mto obrigado pela receita e parabéns pelo sucesso q ela está fazendo entre os internautas. As comidas do outback são mto boas e é relativamente fácil encontrar as receitas, trabalhosas, claro, porém inesquecíveis, já tive a oportunidade de comer/ajudar a fazer a costela, a cebola empanada, o molho da cebola, o barbecue caseiro, além de um outro molho agridoce excelente q não tem no outback, na próxima vez com certeza esse pão estará na mesa e será mais completo ainda. Obrigado e boa sorte!

obs: tenho a impressão q algo apimentado cairia mto bem com o pnao, ainda não descobri oq. ;)

thatiana Bandeira disse...

Oi Cinara, a Letricia me lembrou desse pão maravilhoso e acabei de fazer!!!
Ficou maravilhoso
Bj

Cinara disse...

Fico feliz que você tenha gostado, Thatiana!!! Beijos e uma ótima semana para você!

Carolina Frîncu disse...

Cinara! Obrigada pela receita. Ficou deliciosa. Fiz pouquíssimas alterações (um pouco mais de farinha integral, cacau no lugar de chocolate) e estou encantada com a maciez! Bjos!

Cinara disse...

Obrigada, Carolina!!!
Beijos e feliz 2013!

Adriana disse...

Oi!! Minha massa ficou muito mole, nao consegui modelar os pãezinhos, segui direitinho a receita, mesmo assim levei ao forno para assar e ficaram bons, o que será q fiz errado? Obrigada!!

Cinara disse...

Adriana, este pão é bem complicadinho mesmo... Eu também demorei para acertar o ponto da massa, pois como ele leva 3 tipos de farinha, nem sempre o resultado é o mesmo para todo mundo. Você não deve ter feito nada errado porque a massa é mole mesmo. Se preferir, acrescente um pouquinho mais de cada farinha para facilitar a modelagem! ;)

Anônimo disse...

11/4 e equivalente. a qual medida?

Cinara disse...

Não é 11/4, é 1 xícara + 1/4 de xícara! ;) Cada xícara contém 240ml.

eloi de andrade henriques disse...

olá, tenho feito bastante este pão, mas noto que o servido no outback é bastante diferente: mais macio e com coloração mais clara. Então aumentei a quantidade de farinha de trigo (uma xícara para cada uma da receita) e, mantendo o sabor, ficou bastante parecido, lembrando que no restaurante é servido levemente aquecido. Quanto à água, vou acrescentando aos poucos, até a massa der o ponto. Por oportuno, gosto de pão fazer com as mãos.
Ainda não tive tempo de passear por este blog, mas ainda vou fazê-lo. Dicas são sempre bem vidas. Elói

Marcella de Melo disse...

Olá, Cinara!
Não sei se você ainda lê os comentários, mas passei aqui para agradecer pela receita! Fiz pela primeira vez essa semana na máquina, e assim de primeira, ele ficou perfeito. Não mexi em nada, não alterei em nada a receita. Tirei da máquina molinho ainda, como você havia dito, e só passei no fubá. Ficou bom demais, estou simplesmente apaixonada!
Aliás, toda receita sua que eu testo, fica perfeita!
Um beijo!
Marcella

Cinara disse...

Elói, obrigada pela visita e pelo comentário! Espero que vc goste das outras receitas! ;)

Marcella, eu ainda leio e respondo os comentários, sim!! Fico feliz que você tenha aprovado a receita... Obrigada pelos elogios e pelo carinho! Beijos!