terça-feira, setembro 25, 2007

Bagels

Na semana passada eu comprei um livro maravilhoso sobre pães, e assim que vi a receita de bagels decidi tentar mais uma vez, ainda mais porque poderia ser feita na máquina de pão! Não vou negar que é uma receita deveras trabalhosa, principalmente porque rende apenas 8 bagels, mas o resultado valeu a pena: acabamos de degustar um belo sanduíche de queijo e pepperoni no bagel de cebola que ficou uma loucura!!! Além do bagel com cebola em flocos, fiz com sementes de papoula, parmesão ralado e sal grosso. Os bagels não ficaram moreninhos porque fiquei com medo de deixá-los passar do ponto, mas nada que uma rápida tostada na torradeira ou no grill não possa resolver... Receita aprovada!


Bagels

2 colheres (chá) de fermento biológico seco

1 1/2 colher (sopa) de açúcar

350ml de água

500g de farinha de trigo

1 1/2 colher (chá) de sal


1. Em uma tigela, adicione o fermento e o açúcar a 100ml da água. Deixe por 5 minutos, mexa para dissolver. Em outra tigela, misture a farinha e o sal. Faça um buraco no meio da farinha e derrame nele a água fermentada.

2. Adicione metade do restante da água no buraco da farinha e misture. Acrescente o restante da água, aos poucos, até formar uma massa firme e úmida.

3. Coloque a massa em uma superfície polvilhada com farinha. Sove até a massa ficar lisa e elástica, durante cerca de 10 minutos. Enquanto sova a massa, acrescente mais farinha aos poucos, até conseguir sovar com facilidade. A massa deve ficar bem firme.

4. Coloque a massa em uma tigela levemente untada, virando a massa para untar os dois lados, e cubra com um pano de prato. Deixe crescer até dobrar de tamanho, cerca de 1 hora.

5. Dê um murro na massa para baixar e deixe-a descansar por 10 minutos. Corte-a em 8 pedaços. Faça uma bola com cada pedaço. Transforme cada bola em um anel, usando o dedo bem enfarinhado para furar cada bola.

6. Gire a massa ao redor do indicador de uma das mãos e o polegar da outra até que o orifício fique com cerca de 1/3 do diâmetro do bagel.

7. Coloque os bagels em uma assadeira levemente untada, cubra com um pano de prato úmido e deixe descansar por 10 minutos.

8. Ferva água em uma panela grande, depois abaixe o fogo para que a água fique apenas fervente. Com uma escumadeira, coloque dois ou três bagels de cada vez na água. Cozinhe por 1 minuto no total, virando uma vez cada bagel.

9. Remova os bagels com a escumadeira, deixando escorrer bem a água, e coloque-os nas assadeiras untadas. Neste momento, acrescente as coberturas que desejar (parmesão ralado, sal grosso, sementes de papoula, cebola ou alho em flocos). Asse em forno pré-aquecido a 220° C durante 20 minutos ou até dourar. Deixe esfriar sobre uma grade.

Observação: Para fazer os bagels na máquina de pão, como eu fiz, é só acrescentar todos os ingredientes ao recipiente da máquina na ordem indicada pelo fabricante. Use o ciclo "Dough" (massa). Ao final do ciclo, remova a massa e siga as etapas de 5 a 9.

Outra observação: A receita original não manda pincelar ovo batido sobre os bagels, antes de assar, mas farei isso na próxima vez para deixá-los mais douradinhos!

46 comentários:

Letrícia disse...

Que lindos ficaram! E que coisa louca, esse banho quente nos bagels antes de irem ao forno! Será que é esse o grande pulo do gato?

receitinhas da belinhagulosinha disse...

k maravilha amiga..com manteiguinha e um cafézinho...já ía.bjokas

Marizé disse...

Cinara ao tempo que ando para me aventurar na confecção desta especialidade, tenho um irmão em Londres que me fala dos deliciosos bagels e a minha vontade de provar é mais que muita.
Beijocas

paula disse...

Cinara que delicia...esta tenho mesmo que experimentar

beijinhos

Mucha disse...

Eu nunca experimentei bagels. No entanto a cinara hoje deixou-me com uma vontade....será que é hoje??

Marizé disse...

Oi Cinara, vim dizer-lhe que já postei a minha pecan pie.
Beijocas

bia disse...

hmmmm, se eu nao tivesse acabado de fazer um pao iria fazer estes bagels agora mesmo ! Ficaram perfeitos, ja estou anotando para experimentar ! bjs

Elvira disse...

Ai amiga! Você é tão dotada! Adoro bagels! E esses ficaram perfeitos. Imagino os de sementes com salmão fumado, cream cheese, alface... Ummmmhhh... :-)

Eliana Scaramal disse...

Como estão lindos Cinara!!

laila disse...

qu imponentes Cinara! ficaram por demais de tentadores! mãozinahs coçam pra fazer esses bagels...ai ai ai... e o sanduiche...com peporoni;...quer me matar de vontade? bjos

colher-de-pau disse...

Tenho imensa vontade de fazer bagels em casa.. Até parece simples.. Pode ser que no fim de semana ponha mãos à obra!

Cláudia disse...

Que delícia, Cinara, como nunca comi bagels, deu uma vontade louca de fazer, e olha a sintonia, ontem mesmo tirei uma receita da Joy of Baking! Agora fiquei em dúvida qual eu faço primeiro!
bjs

Ana disse...

Ce eh mesmo muito americana hein Cinara! hehehe!!
Bagel eh o que ha por aqui, como eles gostam desse pao!
Eu acho meio pesado, mas as vezes tostadinho com uma manteiga quentinha eh bom!
De uma olhadinha la no blog, postei uma receitinha do filme Rataouille, sei q vc ja assistiu pois lembro do seu comentario aqui!
Beijos!
Ana

Elise disse...

Pre-ci-so de uma máquina de pão pra ontem!!

Agdah disse...

Quando chego nessa parte de colocá-los na água eles sempre murcham. Tenho que tentar essa receita.

Marcel Miwa & Nina Moori disse...

Não temos muito locais em Sampa que sirvam bons bagels....por isso ainda prefiro fazê-los em casa. Os teus ficaram lindos!
bjo,
Nina.

Cinara disse...

Letrícia, segundo o livro, é essa aferventada que dará aos bagels a casquinha por fora, mantendo-os fofinhos por dentro! Mas acho que não é a garantia do sucesso, porque todas as receitas que fiz tinham esta etapa, e nunca ficaram boas...

Belinha, este pãozinho combina muito bem com cream cheese também... Nham! :o)

Marizé, eu só me aventuro a fazer bagels porque eles não são muito conhecidos aqui no Brasil. Em São Paulo há apenas 2 ou 3 lugares onde podemos comprá-los, e na minha cidade não há nenhum! E eu adoro bagels... :o( Vou ver a sua torta já já, querida!!

Paula, espero que você goste! O problema é que rende tão pouquinho, não é?

Mucha, você não sabe o que está perdendo!!! E já vou avisando: estes pãezinhos viciam... :oD

Bia, e acho os bagels práticos porque podemos congelar. Pena que desta vez não sobrou nenhum para deixar no freezer... ;o)

Elvira, obrigada, amiga! O que me faz "pôr a mão na massa" é a vontade de comer as coisas americanas que não encontro aqui no Brasil... Esse sanduíche que você sugeriu deve ficar divino mesmo!

Lica, obrigada, querida! Acho que o Rapha iria gostar do bagel de parmesão, que meu filho adorou! ;o)

Laila, acho que eles ficaram perfeitos na textura, mas estão pálidos demais. Além de eu ter tirado um pouco antes do forno, a receita não diz nada sobre pincelar com ovo batido... Acho que farei isso na próxima vez!

Colher-de-Pau, espero que você goste! Como eu disse aqui em cima, acho que ficarão mais douradinhos pincelando com ovo batido antes de assar...

Cláudia, a gente vive em sintonia, não é? Sinal de que temos os gostos bem parecidos! ;o) Quando eu tenho que decidir entre duas receitas de um mesmo prato, eu leio as duas e vejo qual delas tem mais ingredientes que eu conheço ou se o modo de fazer é mais parecido com o que estou acostumada a fazer... Aí sempre opto pela que parece ter menos chances de dar errado! Se a receita do Joy of Baking também puder ser feita na máquina, é legal porque ficaremos com mais uma opção, certo?

Ana, você tem razão, o bagel não é muito levinho, não. Tanto que um sanduíche só já satisfaz muito! Vou ver a sua receita em seguida, querida!

Elise, você já deu uma olhada no Shoptime.com? Eles estão com várias opções lá! A minha eu comprei há muitos anos, não fabricam mais, mas a Cláudia (Doces Encontros) tem uma da marca Britânia e parece estar muito satisfeita!

Agdah, desta vez os bagels não sofreram nenhuma transformação quando os fervi, mas nas outras vezes sempre ficaram esquisitos... Talvez tenha sido graças ao descanso sob o pano de prato úmido! Será?

Nina, há muitos anos eu comprava bagels no atacado, de uma fábrica que ficava em Santo Amaro, e eles mandavam entregar na minha casa. Aí eu tinha bagels durante meses... Mas a fábrica fechou! E ainda não fui ao The Bagel Factory e nem ao Pop's Bagel & Coffee, que já me recomendaram. Enquanto isso, o jeito é fazer em casa!

Um beijo enorme para vocês, meninas!

Natércia disse...

Cinara mas isso é maldade eu estou cheia de fome.um bjs Natércia...

brisak disse...

Ci, parabens!! Morro de vontade de fazer, mas meu caso eh o contrario ao seu: free bagels & doghnuts toda sexta-feira no office..e da Einstein Bros(http://www.einsteinbros.com)!!

Os doughnuts eu passo batido, ja as bagles..as vezes como metade:))

De novo, parabens, pois o feitio delas me assusta um pouco..hehe

Bjs

Bri

Dani Toré disse...

Cinara,
ficaram lindos esses bagels!!!
Pena eu não poder ir ao encontro em Campinas... Adoraria te conhecer.
Bjs

Alessander Guerra disse...

Esse livro deve ser tudo de bom! A receita até que é simples, os salamaleques é que dão um trabalhinho extra. Valeu a dica! E que muitas fornadas venham por aí.

até
Alessander Guerra
www.cuecasnacozinha.blogspot.com

Laurinha disse...

Já pensou tostá-los e passar um cream cheese? Divinos! Vc tem aquele trem que corta os ditos pela metade?
Adorei, tudo de bom!
Beijinhos e parabéns pela proeza!

Márcia disse...

Ci, vc quer me matar?
Ver essas delícias bem na hora da fome do jantar??? Torturaaa!!!!
:)
Bjos!

Vitor Hugo disse...

Uia fiquei com uma vontade de fazer! Sempre quis comer bagels!

Camila Marinho disse...

Nossa, que delícia esses bagels!!! A propósito, adorei conhecer o seu blog. As receitinhas aqui são maravilhosas!!!!!
Vou voltar aqui mil vezes.
Bjos
Camila

Geórgia disse...

Adorei, vou testar no sábado. Bjs.

Cinara disse...

Natércia, e estes bagels são uma beleza para matar a fome, querida! :o)

Brisa, obrigada, amiga! Quer dizer que, enquanto eu passo vontade, você tem uma overdose de bagels? Como o mundo é injusto... :oD Na próxima vez, coma meio bagel pensando em mim, combinado?

Dani, seria ótimo se você pudesse vir ao encontro, eu também adoraria conhecer você! Mas avise quando estiver por São Paulo que a gente resolve isso rapidinho... ;o)

Alessander, o livro é ótimo! Não coloquei um link porque não achei exatamente essa edição, que pelo jeito só saiu no Brasil com essa capa. E além de ter boas receitas e fotos lindas em todas, o livro nem custou caro: paguei cerca de 32 reais na Saraiva! Se você clicar na foto para ampliar, poderá ver o autor e a editora. Já estou de olho em várias outras receitas... ;o)

Laurinha, se eu morasse nos EUA, com certeza teria o trem que corta bagels pela metade, pois ele seria um artigo de primeira necessidade!! Mas como só degusto bagels esporadicamente, dá para viver sem ele... :oD Obrigada pelos elogios, querida!

Márcia, puxa, me desculpe, amiga... Entendo o seu sofrimento: eu mesma, que já comi os bagels, fico com vontade comer mais só de olhar a foto! :oP

Vítor, aceite meu conselho: se ainda não comeu, não coma. A menos que você queira mais uma paixão devastadora na sua vida... :oD

Camila, muito obrigada pela visita e pelos elogios! Vou visitar seu cantinho em breve, OK? ;o)

Beijinhos para todos!

Cinthya Rachel disse...

nossa ci, sempre tive vontade de fazer, e ainda bem que dá pra fazer na maquina de pão ne? um dia que acordar com muuuuito amor no coração eu vou tentar, hahaha, beijos

Sheila disse...

Ci, que lindos!!!

Eu imagino como deve ser punk fazer bagels... eu não me aventuro. Nem pão de batata sai, imagine bagels!!! hahahaha

To aguada amiga, nunca comi isso!
Desde que assisti o Diabo veste Prada, fiquei morrendo de vontade de comer um com cebola, rsrs
Em Cps tem em algum lugar? Vc conhece?

bjus

Anette disse...

M-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o-s!!! Adoro bagels, querida. Mande-me um...
Beijoca

Cinara disse...

Cinthya, é preciso muita disposição mesmo... Acho que esta é a quinta vez que eu faço bagels, e é a primeira que dá realmente certo!

Sheila, que eu saiba, nenhum lugar em Campinas vende bagels, amiga... Mas pretendo visitar a The Bagel Factory em São Paulo, e pode deixar que trago um de cebola pra você! ;o)

Anette, pode deixar que na próxima fornada eu separo alguns para você, OK? :oD

Beijinhos, queridas!

Cinara disse...

Geórgia, você comentou na hora em que eu estava respondento os anteriores, por isso seu comentário ficou perdido aqui no meio, me desculpe! Não deixe de me contar se fizer os bagels, combinado? ;o) Beijão!

Silvia Arruda disse...

Pra variar, ficaram lindos!! Que vontade de dar uma mordida!! :)

paula disse...

cinara querida passe la no meu blog lhe ofereci um premio

beijinhos

Nani do Paulo disse...

Nossa estão lindos! Eu quero alguns!!!

Akemi disse...

Cinara, estão iguaizinhos de uma loja especializada em bagels!!! Lindos! Deu vontade de pegar um de cada e comer com muito cream cheese e uma xicar enorme de café! Hummm!

Mucha disse...

quando puder passe no meu blog. tenho uma surpresinha...

Gi disse...

aaah que lindos os bagels, Cinara!! devem ter ficado deliciosos :]
sabe que fiz pão 1 só vez na minha vida?

=)
beijíssimos, querida!
Gi
coffeeandcoffee.blogspot.com

Cinara disse...

Silvia, se você soubesse o quanto eu rezei enquanto eles assavam, amiga... Minhas preces foram ouvidas! :oD

Paula, um prêmio? Fiquei curiosa! Vou olhar em seguida, OK? ;o)

Nani, na próxima fornada eu mando alguns para você, querida... Estes aqui já foram devorados! :o)

Akemi, amiga, você acredita que acabamos não comendo nenhum destes com cream cheese?? O meu cream cheese tinha acabado, e os bagels não duraram tempo suficiente para eu conseguir comprar... Mas é a combinação perfeita, sem dúvida! Agora terei de fazer mais bagels... :oP

Mucha, você também tem surpresa pra mim?? Vou olhar correndo! ;o)

Gi, obrigada! Fazer pão é uma delícia! Eu faço sempre, principalmente os pães americanos que não encontro por aqui, como english muffins e cinnamon rolls! Nham! :oP

Um beijo e ótimo final de semana para vocês, meninas!

valentina disse...

Ci, estas fotos estao show. E os bagels..ai, que delicia. amo bagels e inclusive nao os compro muito pois como sem controle N-E-N-H-U-M.

Cinara disse...

Obrigada, Val! E eu sou como você, uma "devoradora" de bagels! É por isso que às vezes acho bom não encontrá-los à venda por aqui... ;o) Beijos, querida!

SoraiaSilva disse...

Ficaram maravilhosos :p
Beijinhos*

Cinara disse...

Muito obrigada, Soraia! :o)
Beijos e bom final de semana!

silvia disse...

Ola Cinara, Trabalho em Londres em uma lanchonete de bagel, chamada BagelMania, estou pensando em voltar pro Brasil e abrir uma lanchonete de Bagels, voce acha que rola ? Voce voltou a fazer mais bagels ?

Cinara disse...

Oi, Silvia! Eu não fiz mais bagels depois destes, porque é bem trabalhoso e o resultado não fica 100%. Acho que bagels e alguns outros tipos de pães precisam ser feitos de maneira mais profissional mesmo. Quanto à sua lanchonete de bagels, é claro que eu acho que rola!! Se fosse aqui em Campinas, eu seria uma freguesa assídua! Gosto tanto de comer sanduíches com bagels como de comprá-los para ter congelado em casa. Por outro lado, já ouvi falar de algumas lanchonetes de bagels em São Paulo que não deram certo, mas aí precisa ver qual era o ponto, o público, o preço... Outra idéia seria vc apenas produzir os bagels para fornecer para padarias e lanchonetes, pelo menos no começo. De qualquer forma, não deixe de me avisar para eu poder experimentar os seus bagels!!!
Beijos!

Li disse...

Oi Cinara, amei esses bagels... Eu postei essa receita no menu vegano, deixando o link do seu blog, tudo bem?