quinta-feira, dezembro 28, 2006

Happy 2007!

Como nós vamos viajar por alguns dias, este blog não receberá posts até a próxima semana... Aproveito para desejar a todos um Ano Novo com muita saúde, paz, amor, prosperidade e muitas receitinhas novas para compartilhar com os amigos! :o) Espero todos aqui no ano que vem, combinado? E que 2007 seja um estouro!
terça-feira, dezembro 26, 2006

Old-fashioned Apple Pie

Em todas as reuniões de família -- de ambos os lados -- eu sempre sou convocada a levar uma sobremesa. Este ano, atendendo a pedidos da minha cunhada C., a sobremesa que eu levei ao almoço de Natal foi a tradicionalíssima torta de maçã americana. E o sorvete de creme para acompanhar, é claro!

Modéstia à parte, esta torta ficou especialmente deliciosa, e eu vou explicar o motivo: pela primeira vez eu a fiz em duas etapas. Eu fiz a massa e o recheio na véspera, e deixei ambos na geladeira. Isso significa que a massa ficou com uma textura ainda mais folhada, e as maçãs ficaram mergulhadas em caldo durante toda a noite...

Na manhã de Natal eu montei a torta e ela passou mais algumas horas na geladeira. Ela só foi assada durante o almoço, para ser degustada ainda quentinha, saída do forno, com uma bola de sorvete em cima... A massa ficou maravilhosa, parecia uma massa folhada, mas sem ser enjoativa! A partir de agora, só farei esta torta desta maneira. Antes da receita, aqui está a prova do crime:


Torta de Maçã Americana

Massa:
2 xícaras de farinha de trigo
3 colheres (sopa) de açúcar
1/2 xícara de gordura vegetal, em pedaços
3 colheres (sopa) de margarina ou manteiga, gelada e picada
6 colheres (sopa) de água gelada

No processador, usando a lâmina, misture tudo (menos a água), ligando e desligando o motor até a massa ficar com pequenos pedaços. Com o motor ligado, adicione a água pelo tubo. Processe até que a massa solte dos lados da tigela. Retire e divida a massa em duas partes iguais. Em uma superfície polvilhada com farinha abra metade da massa formando um círculo. Forre o fundo e os lados de uma fôrma de torta de 22 cm de diâmetro com a massa. Faça o mesmo com a massa restante para cobrir a torta depois de colocado o recheio.

Pré-aqueça o forno na temperatura média-alta.

Recheio:
5 maçãs médias, sem casca e cortadas em fatias finas
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
suco de 2 limões pequenos
1 pitada de noz-moscada
1 xícara de açúcar misturado com canela

Depois de fatiar as maçãs, cubra-as com o suco de limão. À parte, misture a farinha, a noz-moscada e o açúcar já misturado com a canela. Jogue sobre as maçãs, misturando bem. Distribua as maçãs sobre a massa, fazendo um “pico” no centro. Se quiser, espalhe pedacinhos de manteiga sobre as maçãs. Cubra com a massa restante, selando as bordas. Pincele com um ovo ligeiramente batido e faça vários furos na massa para que o vapor saia. Asse por 20 minutos. Abaixe a temperatura do forno para Média e asse por mais 20 ou 25 minutos. A massa deve dourar e o recheio deve estar borbulhando.
Observações:
1. A massa pode feita “à mão”, usando um pastry blender ou duas facas para incorporar a manteiga e a gordura vegetal à farinha e ao açúcar.
2. A massa pode ser congelada por até 3 meses. Embale em filme de PVC e descongele na geladeira.
3. Sirva com sorvete de creme! Assim você terá a tradicional sobremesa americana "apple pie à la mode".
sábado, dezembro 23, 2006

Feliz Natal!


Eu comecei este blog há menos de quatro meses, e nem imaginava o quanto seria gostoso compartilhar receitas, trocar idéias e receber elogios (e muitos!) de tantas pessoas espalhadas pelo mundo inteiro! Tem sido reamente enriquecedor, de uma maneira que me surpreende a cada dia. Fico ansiosa para ler os comentários que vocês fazem, e eles *sempre* me deixam com um sorriso no rosto... Eu não conseguiria mais viver sem interagir com vocês, pois já os considero boas amigas e amigos. Vocês têm sido preciosos presentes de Natal, que eu estou ganhando desde o mês de setembro! Quero desejar a todos um Natal muuuuito feliz com suas famílias e amigos, abençoado por Deus e com a mesa farta, é claro! :o)
sexta-feira, dezembro 22, 2006

Amigo Secreto 2006


Gente, existe alguma coisa mais legal que participar de um amigo secreto entre blogs de comida, conhecer ainda mais gente bacana e ainda ganhar presentes?? Existe! Ser tirada pela própria idealizadora do amigo secreto, a Tatu! :o)

Ela me deu lindos cortadores de biscoitos e o delicioso livro "Papel Manteiga", da Cristiane Lisboa com receitas da própria Tatiana! AUTOGRAFADO PELA PRÓPRIA, MEUS AMIGOS!! É pouco ou querem mais? A propósito, vocês repararam na capa do livro? Não é simplesmente maravilhosa?

A Tatiana escolheu uma das receitas do livro, que eu pretendo fazer em breve. Mas por enquanto, é segredo! Me aguardem...

Tatu, muito obrigada... Adorei tudo, amiga!

segunda-feira, dezembro 18, 2006

Cake in a Jar

Depois da "orgia gastronômica" que foi meu final de semana, com duas festas de aniversário e uma reunião de família, eu não consigo nem pensar em comida, muito menos em cozinhar! Mas como já faz algum tempo desde meu último post, eu me lembrei de mostrar a vocês algo que pouca gente conhece, mesmo já tendo morado nos Estados Unidos: o singelo "Bolo de Pote". Podem acreditar: o bolo é realmente assado dentro do pote de vidro, que depois é hermeticamente fechado e pode durar meses na sua despensa. Recebeu uma visita inesperada? É só abrir o pote, tirar o bolinho cilíndrico lá de dentro e servir. Super bacana, né?

Vocês devem estar se perguntando se eu nunca tentei fazer isso em casa, certo? Pois é. Eu pretendia ser a pioneira dos bolinhos de pote no Brasil, e ganhar milhões de reais com eles, mas me deparei com um probleminha básico: no Brasil simplesmente não existem os potes de vidro com a boca larga e reta usados para fazer este bolo! E olhem que eu pesquisei muito! Nos Estados Unidos eles são comuns há séculos, porque são usados para muitos outros fins, como armazenar geléias e compotas, e são bem baratos. Aqui só existem potes com "gargalo", o que afetaria o formato do bolinho e também sua retirada do pote, é claro... Lá se vai minha idéia multimilionária! :o(

Fiquei frustradíssima, mas algo me diz que um dia ainda vou conseguir fazer pelo menos um único "cake in a jar". Eu não cheguei a provar um bolo desse tipo, portanto não sei se o sabor e a textura ficam bons, mas a idéia é tão interessante e o bolo é tão engraçadinho que acho que vale a pena tentar. A foto acima mostra um kit que, além do bolo, inclui pratos e talheres descartáveis, para presentear. Não é uma coisinha muito fofa? ;o)

quarta-feira, dezembro 13, 2006

Sugar Cookies

Eu sempre faço estes cookies, por vários motivos: meu filho os adora, eles são fáceis de fazer, podem ser congelados e são deliciosos, é claro! Na minha opinião, eles são perfeitos para acompanhar um café ou chocolate quente (ou gelado), e para matar aquela vontade de comer alguma coisinha doce sem enfiar o pé na jaca... :o)

As meninas que foram ao encontro das blogueiras puderam experimentá-los, junto com meus chocolate chip cookies, cuja receita eu já publiquei aqui. São meus dois biscoitos favoritos!


Biscoitos de Açúcar

2 3/4 xícaras de farinha de trigo

1 colher (chá) de bicarbonate de sódio

1/2 colher (chá) de fermento em pó

1 xícara de manteiga ou margarina, amolecida

1 1/2 xícara de açúcar

1 ovo

1 colher (chá) de extrato de baunilha

Pré-aqueça o forno a 190 graus Centígrados. Em uma tigela pequena, misture a farinha, o bicarbonato e o fermento. Reserve.

Na tigela da batedeira, bata a margarina e o açúcar até obter um creme claro. Acrescente o ovo e a baunilha. Aos poucos, acrescente os ingredientes secos, batendo após cada adição. Forme bolinhas com uma colher (chá) cheia de massa, e coloque em assadeiras não untadas, deixando espaços entre eles. Se desejar, "achate" levemente com um garfo.

Asse de 8 a 10 minutos no forno pré-aquecido, ou até dourar. Deixe esfriar por dois minutos na assadeira, retire os cookies e deixe-os esfriar completamente sobre uma grade.

Rende 5 dúzias de biscoitos médios

(O rendimento varia de acordo com o tamanho dos biscoitos...)

Observações importantes:

1. Quando está calor, a massa fica mole e não é possível fazer bolinhas com ela. Então, deixe na geladeira por no mínimo uma hora, e poderá enrolar facilmente. (Mas não dá para usar o cookie scoop nesta receita, tem que enrolar mesmo.)

2. Não guarde os biscoitos quentes, para não murcharem.

3. Eles podem ser congelados! Depois de frios, congele os biscoitos lado a lado em assadeiras, e depois guarde-os em saquinhos ou potes plásticos. Para descongelar, é só deixar os biscoitos em temperatura ambiente. Eles descongelam rapidamente, sem perder o sabor!

4. Nos Estados Unidos, eles usam Sugar Cookies para fazer aqueles biscoitos com diferentes formatos, muitas vezes decorados com glacês ou confeitos. Mas a receita para esse tipo de Sugar Cookie é outra, a massa fica mais consistente para poder ser aberta com um rolo e depois cortada com os moldes, e o resultado é um biscoito mais crocante. A minha receita se refere aos "soft sugar cookies", ou "biscoitos de açúcar macios", OK?

segunda-feira, dezembro 11, 2006

Foodblogger Meeting - Part 2


Estas Mulheres Incríveis e seus Blogs Maravilhosos

Todas as moçoilas que se encontraram na última quinta-feira, no restaurante Terraço Rosário já falaram sobre o encontro que abalou Campinas e região. :o) Mesmo sendo a última, eu não poderia deixar de compartilhar minhas impressões sobre o evento. E como costuma ser do meu feitio, serei curta e grossa: FOI LEGAL PRA CARAMBA!!!

Vocês já devem saber quem estava lá: a Fezoca, do Chucrute com Salsicha, veterana na blogosfera muito antes da explosão dos blogs culinários, e que é uma figura simpaticíssima e elegantérrima. Como ela mesma disse, é realmente muito bom conhecer de perto as pessoas cujos blogs freqüentamos e comentamos!

A Dadivosa e a Karen, conhecidas por dez entre dez blogueiros que se prezem, também marcaram presença nesta legítima "festa do interior"! Entre as novatas, como eu, estavam a Cris, minha super-hiper-mega amiga de séculos atrás (e super-mãe), a caprichosa Camila, que eu conheci através da Cris, a sorridente Luciana que encantou a todos com sua simpatia, a Daniela, criadora de um blog chiquérrimo e a Sônia Noaves, que sabe vender, cozinhar e contar histórias como ninguém. Todas são donas de blogs adoráveis, nem todos sobre culinária, mas todos deliciosos de ler e ver.

De brinde, ainda tivemos o prazer de conhecer Marianne, Dona Odete e Leandra, respectivamente nora, mãe e irmã da Fezoca. Elas não têm blogs, mas tornaram a nossa festinha muito mais divertida e eclética.

Para encerrar, este é um trecho de um e-mail que recebi recentemente. Eu não sei quem é o autor, mas eu acho que não poderia ser mais verdadeiro:

É interessante como o círculo de novos amigos começa exatamente quando sentimos necessidade quase “física” de trocarmos novas informações, reencontrarmos nossas características perdidas ou adormecidas, redobrarmos nossa cultura ou, simplesmente descobrirmos novos potenciais, que só as novidades são capazes de trazer em nossas vivências cotidianas.

Espero que este círculo de novas amigas se mantenha e se expanda cada vez mais!

quinta-feira, dezembro 07, 2006

Foodblogger Meeting - Part 1

Meninas, eu não vou conseguir comentar nosso encontro de hoje porque vou viajar amanhã bem cedo, mas prometo escrever mais na segunda-feira, OK?

Saibam que foi um grande prazer conhecer todas vocês, e reencontrar as que eu já conhecia, é claro...

Beijos e bom final de semana!

terça-feira, dezembro 05, 2006

Can Colander

Como eu adoro ler sobre utensílios diferentes que as pessoas usam na cozinha, decidi mostrar a vocês um gadget que eu adoro, e que não consigo mais viver sem: o "escorredor de lata". Eu o comprei em uma loja de utensílios de cozinha importados, com o objetivo de escorrer atum em lata, que eu uso bastante. Ele se encaixa perfeitamente dentro da maioria das latinhas de atum. É só pressioná-lo para baixo que o líquido (água ou óleo) vem todo para a superfície, através dos orifícios. O atum fica sequinho dentro da lata! Não é o máximo?

Depois eu descobri as outras utilidades dele, como escorrer o líquido de qualquer alimento enlatado sem cortar a mão e sem desperdiçar nada. Nesse caso, ele se encaixa ao redor da borda da lata, e é só virá-la para baixo para que todo o líquido escorra sem perder um único grão de milho ou ervilha. Eu recomendo!

domingo, dezembro 03, 2006

Spicy Baby Potatoes

Eu vi uma receita de batatinhas em vinagrete no Rainhas do Lar, e como sempre adorei este aperitivo, decidi tentar fazer. Eu consultei outras receitas e acabei criando uma versão um pouquinho diferente, embora eu tenha aproveitado todas as dicas da Faby. Por exemplo, eu acrescentei um pouco de açúcar ao tempero para cortar a acidez do vinagre, e ficou ótimo!


Batatinhas picantes em vinagrete

1 kg de batatinhas pirulito (ou "bolinha")

1 cebola picadinha

2 dentes de alho amassados

1/2 xícara de cheiro verde (eu usei só salsinha)

1/2 xícara de azeite

1 1/2 xícara de vinagre (eu usei de maçã)

Sal e pimenta do reino a gosto

Pimenta calabresa

Lavar bem as batatinhas com uma escovinha, sem descascar. Cozinhá-las em água, sal e vinagre branco por cerca de 20min. (Não podem cozinhar demais, senão desmancham!)

Enquanto isso, misture os demais ingredientes em uma vasilha grande. Reserve. (Eu piquei a cebola, o alho e o cheiro verde juntos, no mini-processador, até ficar quase uma pasta.)

Escorra as batatinhas, e quando amornarem, faça furos em cada uma com um garfo, para absorverem o tempero. Deixe as batatas de molho no tempero por dois dias, na geladeira, mexendo na metade do tempo.

Escorra o excesso de tempero das batatinhas para servir, e salpique pimenta calabresa por cima. Caso queira guardar as batatinhas por mais tempo, coloque-as em potes de vidro esterilizados, cobertas com o tempero, e deixe na geladeira.

Quanto mais tempo elas curtirem, mais saborosas ficarão!